in

Idosa morre após incêndio em casa de repouso no RJ, é enterrada como indigente e família fica revoltada

Responsável pelo lar de idosos desmentiu versão contada por Bombeiros e pela família da vítima.

O São Gonçalo - Divulgação

Um trágico incêndio ocorrido em um lar de idosos em Itaboraí, no Rio de Janeiro, na madrugada da última quarta-feira (27), vitimou uma aposentada de 95 anos. As causas do acidente estão sendo apuradas pela Polícia Civil, que abriu um inquérito para investigar a ocorrência. 

Publicidade

De acordo com informações das autoridades, a vítima fatal do incêndio foi identificada como Zumira Cândida da Silva, que morreu carbonizada, restando apenas a ossada. A idosa foi sepultada no Cemitério São João Batista, dois dias depois, como indigente. 

Revolta da família

A neta de dona Zumira, Elaine Raniel Maia, compareceu ao Instituto Médico Legal (IML) de São Gonçalo, onde foi informada que os exames do material coletado só devem ficar prontos em seis meses. Só assim a família receberá a confirmação da morte da idosa. 

Publicidade

“O incêndio ocorreu de madrugada e eles só nos avisaram bem depois, eles falaram que não queriam nos incomodar. Queremos que a dona feche aquele local, pois tem mais idosos lá”, desabafou a neta da vítima. 

Publicidade

Zumira estava internada na casa de repouso Céus Saúde desde o último dia 4 de janeiro, após ter sofrido um AVC. 

Publicidade

De acordo com a polícia, um responsável do asilo se apresentou e negou que houve mortes em decorrência do incêndio no local. A pessoa alega que todos os idosos foram removidos em segurança, o que vai totalmente na contramão da informação do Corpo de Bombeiros, que encontrou a ossada no local.

Até o fechamento desta matéria, a Prefeitura de Itaboraí ainda não havia se pronunciado sobra uma possível interdição do local ou se o Município já realizou vistoria no lar de idosos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade