in

Enfermeiro grita desesperado ao ser vacinado contra a Covid em SP e vídeo viraliza: ‘Trauma de criança’

Caso aconteceu em uma unidade hospitalar do interior de São Paulo; enfermeiro explicou o medo sentido.

Reprodução - Redes Sociais

A vacinação em solo nacional já começou em caráter emergencial. Nesta primeira etapa, profissionais de saúde e idosos estão recebendo doses do imunizante. Receber a vacina, no entanto, não é uma missão tão tranquila para algumas pessoas com fobia ou trauma. Nesta semana, um vídeo de um enfermeiro desesperado ao receber a imunização acabou viralizando nas redes sociais.

Publicidade

Nas imagens, ele aparece segurando o braço que vai receber a vacina e fica batendo as pernas. Não bastasse isso, ele ainda chegou a gritar quando uma colega enfermeira se aproximava com a seringa para aplicar a dose. 

Explicação

Em entrevista ao portal UOL, o enfermeiro Milton dos Reis Francisco, de 41 anos, contou que tem pavor de agulhas. 

Publicidade

“Administrar qualquer medicação [em pacientes] é tranquilo. Mas, receber a medicação em mim é sempre complicado. Deve ser trauma de infância”, afirmou o profissional de saúde.

Publicidade

Apesar de todo o trauma vivido, Milton fez questão de destacar que optou pela vacinação para se manter seguro e proteger as pessoas próximas.

Publicidade

“Apesar do pavor de agulha, optei pela proteção. Decidi pela segurança da vacina”, disse Milton, que trabalha na área da saúde há 19 anos. Atualmente, ele exerce a função de enfermeiro em um pronto-socorro de Araçatuba, cidade do interior paulista. 

Viralizou

No registro divulgado, pessoas que presenciaram a vacinação de Milton caíram na risada. O vídeo acabou viralizando nas redes sociais, sendo compartilhado inclusive por celebridades, como o humorista Turulippa, que disse se identificar com o pavor do profissional de saúde.

Até esta tarde (30), o vídeo já contava com quase 6,9 milhões de visualizações, tendo recebido mais de 13 mil comentários. 

Na entrevista ao UOL, o profissional de saúde afirmou que não ficou chateado com a cena, mesmo tendo deixado claro que não queria que o registro fosse feito, justamente pelo fato de saber que seria desconfortável. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade