in

Em nova entrevista, Temer garante que Dilma é honesta: ‘Não cometeu crime’

À Veja, o ex-presidente, apontado como um dos responsáveis pela queda de Dilma falou sobre convivência com a petista.

Geraldo Magela/Agência Senado

O ex-presidente Michel Temer foi apontado por muitos como o grande responsável pela queda da ex-presidente Dilma Rousseff, que sofreu impeachment no ano de 2016 e, em uma nova entrevista do emedebista, Temer causou burburinho nas redes sociais ao afirmar que a sua antiga parceira de chapa política é dona de uma “honestidade ímpar”. 

Publicidade

Em entrevista à Revista Veja, Michel Temer afirmou que a ex-presidente Dilma só sofreu impeachment por pressão das ruas. Vice dela entre os anos de 2011 e 2016, ele afirma que a petista não cometeu crime penal, mas crime no sentido institucional: “Não cometeu crime no sentido penal. Às vezes se acusa a ex-presidente de uma eventual desonestidade. Convivi com ela, claro que muito decorativamente, mas devo dizer que é de uma honestidade ímpar”, afirmou Temer.

Nas redes sociais, a causou muitos comentários entre internautas e vários afirmaram que Temer estava admitindo que tinha feito parte de um “golpe”.

Publicidade

Sobre as acusações de que havia feito uma conspiração contra a então mandatária da nação, Michel Temer afirmou que a pressão das manifestações foi o que causou a queda dela, e que nem ele nem Eduardo Cunha foram os autores do impeachment.

Publicidade

Sobre seu futuro político, o ex-presidente afirma que não há qualquer chance de tentar se candidatar novamente, só se ele fosse direto para a cadeira de presidente: “Só se vierem aqui e disserem: ‘Você vai ser entronizado presidente da República’. Mas isso é impossível e não é saudável”, revelou.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Matheus Feitosa

Escrevo sobre TV, famosos e entretenimento desde 2011.

A atenção nos detalhes é o que nos faz prosperar.