in

Auxílio Emergencial: governo quer tomar medida urgente enquanto extensão não é definida; revelações vem à tona

Pressão por uma nova rodada do Auxílio Emergencial se intensificou nas últimas semanas, e governo vem traçando planos para contornar cenário.

Agência Brasil - Montagem: Cido Vieira

A discussão em torno de uma possível volta do Auxílio Emergencial em 2021 é um dos assuntos mais debatidos no momento. Enquanto o governo tem se mostrado quase que irredutível na retomada dos pagamentos, a pressão nos bastidores do Congresso Nacional tem sido grande.

Publicidade

Nas últimas semanas, diversos deputados e senadores apresentaram projetos de lei, pedindo a prorrogação do benefício, fato alimenta a esperança dos brasileiros, que diante de uma crise financeira por conta da pandemia, necessitam e ainda acreditam no regresso do Auxílio Emergencial.

Alternativa do governo

De acordo com informações do jornal Estadão, o governo já trabalha buscando uma forma de diminuir a intensa pressão para a volta do programa. Para isso, o Ministério da Cidadania visa acelerar o processo de reformulação do Bolsa Família, que teria uma abrangência maior de beneficiários, bem como um valor maior nas parcelas.

Publicidade

A medida é vista como solução para o governo ganhar um tempo, bem como aplacar a pressão por uma nova rodada de pagamentos do benefício, que no ano passado atendeu 68 milhões de brasileiros. 

Publicidade

O jornal enfatiza que a postura do governo em agilizar as mudanças do Bolsa Família mostra que a área econômica não pretende ceder à pressa imediata pela extensão do Auxílio Emergencial. 

Publicidade

Nesta semana, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que uma volta do programa impactaria em uma sequência de corte de gastos, que poderia impactar servidores e áreas como saúde e educação. O responsável pela pasta disse que o melhor caminho é esperar que a vacinação em massa ocorra, o que segundo ele pode ser um fator preponderante para que a economia volte a crescer. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade