in

‘Era para ela estar lá abraçando os filhinhos’, desabafa irmão da mulher que morreu após dar à luz trigêmeos

Crianças foram entregues aos familiares na manhã desta sexta-feira (29), em Itajaí (SC).

G1

Nascidos na última terça-feira (26), os trigêmeos de Itajaí, em Santa Catarina, deixaram o hospital Marieta Konder Bornhausen na manhã de ontem (29). Amplamente aguardados, Breno, Valentina e Vitória foram levados para a residência dos familiares. A festa só não foi completa porque a mãe deles, Camila Cassimiro da Conceição, de 32 anos, morreu dois dias após o parto, tendo apresentado um quadro de sangramento.

Publicidade

A mulher, que já era mãe de quatro meninas, se sentiu mal horas depois do parto de cesárea, foi submetida a uma cirurgia de emergência, sendo transferida em estado grave para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Na última quinta-feira (28), ela acabou não resistindo às complicações e morreu. 

Encontro emocionante

Por intermédio de uma equipe do hospital, os trigêmeos foram entregues a família por volta das 11h30 desta sexta-feira (29). Em entrevista ao portal G1, o irmão de Camila, Altamir Souza, fez um desabafo comovente do encontro com os novos sobrinhos e lamentou a ausência da mãe deles. 

Publicidade

“Só chorei. Era para minha irmã estar lá abraçando os filhinhos dela, no colinho, todo mundo tirando foto”, disse Santos.

Publicidade

Investigação

O caso da morte de Camila Cassimiro será investigado pela Polícia Civil e Conselho Regional de Medicina de Santa Catarina (CRM-SC). De acordo com o delegado regional Márcio Luiz Colatto, o inquérito foi instaurado no dia da morte da vítima e corre sob sigilo. 

Publicidade

Segundo o hospital, Camila apresentou um quadro de sangramento horas após o parto, foi submetida a uma cirurgia de urgência, sendo retirado o útero, e posteriormente encaminhada para uma UTI. A unidade hospitalar não informou qual foi a causa da morte da paciente.

Publicidade
Publicidade