in

Menino de 12 anos fura a fila e é vacinado contra a Covid-19 no lugar de idoso que já faleceu

O rapaz utilizou os documentos de um idoso que já havia morrido para tomar a vacina.

O Globo

O Brasil foi um dos países que começou a realizar a imunização da população contra o coronavírus. Algumas doses de vacinas foram compradas e a população já começou a receber o imunizante da Oxford e do Butantã. Mas, o governo estabeleceu um calendário em que se encontra uma lista de prioridade que deve ser seguida para que a população receba a primeira e segunda dose da vacina.

Publicidade

Adolescente fura a fila da vacina

Nas listas de prioridade estão apenas funcionários que trabalham na linha de frente contra Covid-19 e idosos. Mesmo assim, foram constatados vários casos de pessoas que furaram a fila da vacina, mesmo não pertencendo aos grupos de risco. A vacina foi distribuída para todos os estados do Brasil e está sendo aplicada diariamente.

No Rio grande do Sul, um caso muito intrigante aconteceu. Um jovem de 12 anos foi vacinado utilizando documentos de um idoso que já havia morrido. A fraude só foi descoberta quando a pessoa responsável por passar os documentos para o registro de vacinação no sistema descobriu que o idoso já havia morrido.

Publicidade

Ele usou os documentos de idoso falecido

O caso aconteceu em um asilo na cidade de Passo Fundo. Algumas testemunhas confirmaram que o adolescente utilizou a documentação de um idoso que havia vivido no asilo e morreu no local. Ele tinha em mãos a identidade, CPF e cartão do SUS do idoso já falecido.

Publicidade

A mãe do rapaz é a responsável pela distribuição da vacina nesse asilo. A investigação quer descobrir se no momento da fascinação, o garoto estava utilizando uniforme do asilo e máscara, pois isso poderia dificultar a identificação.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Tatiane Braz

Estudante, escritora e apaixonada pela verdade, tenho como meta levar a notícia de forma clara e real. Amo ler e percebo a cada dia que um mundo melhor se faz quando o conhecimento que adquirimos é colocado em prática.