in

Homem morre após reclamar de vizinhos e ser agredido com madeiras e pedras

Leonardo, de 29 anos, foi com o pai reclamar que irmão mais novo tinha apanhado de filho dos vizinhos.

Arquivo pessoal Leonardo

Leonardo Proença Almeida, de 29 anos, já havia tentado conversar com um casal de vizinhos no condomínio onde morava em Sorocaba, interior do São Paulo. O filho deste casal, um garoto de 11 anos, havia agredido o irmão caçula de Leonardo, de apenas 5.

Publicidade

No domingo (24), a agressão aconteceu novamente. Leonardo e seu pai, Milton Gomes de Almeida, foram até o apartamento do casal tentar resolver a situação. De acordo com o boletim de ocorrência registrado em delegacia da cidade, pai e filho foram recebidos muito mal pelos vizinhos.

Leonardo e Milton foram agredidos verbalmente, mas não parou por aí. Houve também agressão física. Durante a discussão, Milton caiu da escada depois de ter sido empurrado. Pai e filho tentaram fugir do local. Milton conseguiu, mas Leonardo foi espancado.

Publicidade

O casal teria usado madeira e pedra para agredir o homem de 29 anos. Leonardo ficou sentado na portaria. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado após ele passar mal. Leonardo foi encaminhado ao Hospital Regional de Sorocaba (CHS).

Publicidade

No local, ele recebeu o atendimento médico, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O caso repercutiu na cidade e causou grande comoção entre familiares e amigos. O velório foi realizado nesta terça-feira (26), no Velório Municipal de Pilar do Sul, onda Leonardo morava. O enterro foi realizado no cemitério São João Batista, também em Pilar do Sul. O agressor foi identificado pela polícia e detido em flagrante. Ele passou por audiência de custódia e continuou detido.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!