in

3 sintomas menos comuns associados à Covid-19 que a maioria das pessoas provavelmente desconhece

Pesquisadores continuam estudando os efeitos do novo coronavírus no organismo.

Pixabay

A Covid-19 é o grande mal que assola a humanidade desde o final do ano de 2019. Infelizmente, milhares de pessoas perderam a vida em virtude da doença que mudou completamente a vida da sociedade no mundo inteiro. Por causa da pandemia, as pessoas precisaram mudar vários hábitos. Para evitar conter a enfermidade, a OMS – Organização Mundial de Saúde, orientou o uso de máscara facial, manter o distanciamento social e a higienização das mãos com álcool em gel 70%, quando não for possível, lavar com água e sabão.

Publicidade

Apesar das orientações, a doença tem se espalhado e tirado a vida de muitas pessoas. Ainda não existe um medicamento que tenha a eficácia comprovada no combate ao novo coronavírus. A vacina contra Covid foi criada e o imunizante já tem sido usado em diversos países, inclusive no Brasil.

No entanto, ainda não vai ser possível vacinar a população completamente. Por esse motivo, foi criado um plano de vacinação que define os grupos prioritários que estarão recebendo a vacina. Mesmo com a chegada do imunizante, é importante manter as orientações para evitar o contágio, já que o vírus vai continuar circulando.

Publicidade

A OMS – Organização Mundial de Saúde, apontou como principais sintomas da Covid-19 a tosse persistente, febre, e a perda de paladar e olfato. Porém, a OMS destacou outros sinais que são menos preponderantes. Que é o caso de dor muscular, dor de garganta, dor de cabeça, diarreia e descoloração dos dedos dos pés e mãos.
Recentemente, a entidade salientou outros sintomas raros relacionados ao novo coronavírus. Vale frisar que tem sido considerados raros, mas é importante ficar atento caso a pessoa apresente esses sinais.

Publicidade

Perda auditiva

De acordo com especialistas, pessoas que sofreram com a doença apresentaram deterioração da audição, além de zumbidos. A pesquisa reforça que danos auditivos também podem estar ligados ao processo de envelhecimento e exposição a ruídos elevados.

Publicidade

Conjuntivite

Geralmente, a conjuntivite é provocada por algum tipo de infecção viral ou por bactérias. Especialistas já alertaram que o vírus da Covid pode entrar através dos olhos e assim propagar a infecção.

Queda de cabelo

A queda de cabelo pode estar relacionada a diversos fatores, entre eles podemos citar o estresse, alterações nos hormônios e envelhecimento. Contudo, houve relatos de pessoas que tiveram Covid e apontaram como efeito secundário esse tipo de condição.

Publicidade
Publicidade
Publicidade