in

Eduardo Paes descarta Carnaval em julho: ‘Algo impossível no momento’

No Twitter, o prefeito Eduardo Paes (DEM) descartou a possibilidade do Carnaval acontecer no início do segundo semestre.

Twitter/@eduardopaes_

O prefeito Eduardo Paes (DEM) descartou a possibilidade de o Carnaval 2021 ser realizado em julho. Nesta quinta-feira, 21, Paes usou suas redes sociais para dizer “ser impossível” preparar o Rio para a comemoração, isso mesmo após o início da campanha de vacinação da Covid-19. Caso não estivéssemos enfrentando uma pandemia, o Carnaval aconteceria oficialmente de 13 a 16 de fevereiro. No entanto, diante do momento atual e a falta de perspectiva de haver vacinação a tempo, os desfiles na Marquês de Sapucaí e os blocos haviam sido adiados para o início de julho.

Publicidade

Usando suas redes sociais, o prefeito ressaltou nunca ter escondido a sua paixão pelo carnaval e a visão que tem da importância econômica dessa manifestação cultural para o Rio. Contudo, Paes disse parecer sem sentido imaginar que terá condições da realização do carnaval no mês de julho.

Eduardo explica que tal celebração exige uma preparação muito grande de vários órgãos públicos e também das agremiações e instituições ligadas ao mundo do samba. “Algo impossível de se fazer no momento”, esclareceu o prefeito.

Publicidade

Diante dos fatos citados, Eduardo Paes disse querer informar a todos que não haverá a celebração no meio do ano. Segundo o prefeito, em 2022, quando todos estiverem devidamente vacinados, certamente o carnaval acontecerá “com toda a intensidade que merecemos”.

Publicidade

Vale ressaltar que a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) já tem avisado sobre a possibilidade de que a campanha de vacinação só seja encerrada em 2022, isso por causa da falta de vacinas para todos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade