in

Covid-19 e a reunião familiar que terminou em tragédia: 18 pessoas infectadas e uma em estado grave

Ignorando as orientações dos especialistas a família acabou fazendo uma reunião no final do ano passado.

Noticiasaominuto

A Covid-19 tem sido um grande problema na sociedade desde o seu surgimento no mundo no final do ano de 2019. Uma luz no fim do túnel surgiu com o começo da vacinação em dezembro de 2020. Contudo, vale ressaltar que especialistas já alertaram que não vai ser possível imunizar a população total de imediato e que isso vai levar algum tempo.

Publicidade

Portanto, apesar da vacinação, a pandemia do coronavírus não vai chegar ao fim de imediato e o vírus deve circular ainda por um bom período. Por isso, todos os cuidados precisam ser mantido, como uso do álcool gel, máscara de proteção facial e o distanciamento social.

Por causa das festas de fim de ano, muitos especialistas reforçaram a questão do distanciamento social temendo um grande aumento dos casos da Covid-19. Infelizmente, muitas famílias acabaram ignorando a orientação dos cientistas e muitas aglomerações aconteceram no Natal e Ano Novo.

Publicidade

Uma reunião familiar no Natal acabou terminando de uma maneira nada agradável, pois dezoito pessoas de uma mesma família acabaram contraindo Covid-19 depois da reunião natalina. O encontro ocorreu apesar de um dos membros dizer que estava com sintomas gripais.

Publicidade

O fato aconteceu com a família Reybolds e familiares viajaram de várias localidades do Canadá e dos Estados Unidos até à Pensilvânia. Darlene Renalds admitiu que sentiu um incômodo na região da garganta, mas como não teve febre resolveu manter o evento da família, com a promessa de manter o distanciamento social.

Publicidade

No entanto, não foram necessários muitos dias para que outros familiares começassem a apresentar sintomas. No total, 18 pessoas com idade entre 1 e 62 anos acabaram contraindo Covid-19. Muitos tiveram necessidade de internação, entre eles, o marido e filho de Darlene. Inclusive, é o marido da americana que ficou com o estado de saúde mais crítico, pois ainda continua internado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade