in

Com Covid-19, Luciano Hang diz que passa bem e deixará hospital

Luciano Hang, dono das lojas Havan, lamentou o fato de que sua mãe continuará internada com Covid-19 e disse esperar sair com ela de SP.

DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO

Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, disse que receberá alta nesta quarta-feira, 20, após ter se recuperado da Covid-19. Conhecido por ser um apoiador do presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido), o empresário, de 58 anos, segue internado no Hospital Sancta Maggiore, localizado no bairro do Morumbi, em São Paulo, uma unidade de saúde da rede Prevent Sênior.

Publicidade

Além de Hang, sua esposa, Andrea Hang, também deve receber alta nesta quarta-feira, já que também já se recuperou da doença. No entanto, a felicidade ainda não está completa já que Regina Modesti Hang, de 82 anos, mãe do empresário, que foi a primeira dos três a ser internada com o vírus, ainda seguirá no hospital.

Hang revelou as informações durante uma transmissão ao vivo no Instagram, onde chegou a demonstrar preocupação diante do estado de saúde da matriarca. Segundo o empresário, sua mãe já vem sofrendo com os impactos da doença desde 27 de dezembro de 2020.

Publicidade

Luciano contou que pretende continuar em São Paulo para fazer companhia a sua mãe, contudo, ressalta que ele e sua esposa já estão saindo do hospital. Hang disse ainda esperar que saia de São Paulo na companhia da matriarca, e ressaltou que seus três filhos também contraíram a doença.

Publicidade

Durante mais de 50 minutos de transmissão, o empresário afirmou que durante todo o tratamento permaneceu assintomático e, inclusive, contou ter contraído o novo coronavírus dentro do hospital, onde estava para visitar a mãe. Segundo o empresário, ele testou positivo há cerca de 10 dias.

Publicidade

Na live, Luciano ainda exaltou o tratamento precoce da doença e defendeu o uso da vacina contra a Covid-19. Vale lembrar que anteriormente o empresário já havia demonstrado uma certa desconfiança a respeito da CoronaVac, que vem sendo distribuída pelo Ministério da Saúde desde a última segunda-feira, 17. “Eu acredito na vacina”, exaltou Luciano Hang.

Publicidade
Publicidade
Publicidade