in

Idosa de 108 anos recusa imunizante contra Covid-19 e justificativa causa surpresa: ‘Não quero essa vacina’

Cidade de Rio das Flores, no Rio de Janeiro, recebeu 170 doses da CoronaVac; idosa se recusou.

Márcia Foletto / Agência O Globo

Residente na pequena cidade de Rio das Flores, situada no Rio de Janeiro, a idosa Hilda Cândida, de 108 anos, seria a primeira pessoa vacinada contra a Covid-19 no município Fluminense. Contudo, apesar da prioridade pela idade elevada, a aposentada resolveu recusar a dose do imunizante, tendo como objetivo pensar no próximo.

Publicidade

Classificando que a generosidade é um dos valores mais importantes do ser humano, dona Hilda decidiu deixar a sua dose para uma pessoa que fosse mais jovem do que ela, afirmando que “está quase partindo”.

“Eu já vivi tanta coisa nessa vida, com quase 109 anos, que prefiro dar a vacina para alguém mais novo, que ainda pode viver mais do que eu posso. Estou quase partindo, não quero essa vacina”, disse dona Hilda em entrevista exclusiva ao jornal Extra. 

Publicidade

Em março, a aposentada completa idade nova. Lúcida e extrovertida, dona Hilda é natural de Minas Gerais, mas reside no Rio há muitos anos. Morando sozinha, a idosa conta com o apoio do neto, que é vizinho no mesmo terreno.

Publicidade

Ao todo, Hilda teve sete filhos, sendo que três deles morreram e os demais moram longe. Questionada sobre a quantidade de netos, ela disse que já perdeu as contas. 

Publicidade

Isolamento

Durante os últimos meses, por conta da pandemia, dona Hilda vem seguindo os protocolos e se mantém isoladas de vizinhos e amigos, se restringindo a cumprimentá-los apenas do portão. Mesmo recusando a vacina, o comportamento da aposentada é de cuidado total com os protocolos para evitar infecção. Máscara facial e álcool em gel são itens presentes na rotina da idosa. 

“Falar em doença é ruim, por isso eu sempre digo que ela já acabou”, disse dona Hilda. 

Na última terça-feira (19), a cidade de Rio das Flores, que conta com pouco mais de 8 mil habitantes recebeu 170 doses da CoronaVac. Uma profissional da saúde e dois idosos foram os primeiros vacinados no município. A campanha de imunização terá continuidade nesta quarta (20), priorizando os profissionais que  estão na linha de frente no combate à doença e idosos acima dos 75 anos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade