in

Professora grávida morre por complicações da Covid-19 após cesárea; família está inconformada

A jovem teve que ser submetida a uma cesárea para tentar salvar a criança em seu ventre.

La Republica/Montagem

Desde que a pandemia do novo coronavírus começou, no final de 2019, mais 65 milhões de infecções foram registradas em todos os continentes do mundo, principalmente em países como China, Brasil, Estados Unidos e Índia.

Publicidade

Além disso, mais de dois milhões de pessoas foram a óbito em decorrência da Covid-19, doença provocada pelo coronavírus. Uma das vítimas fatais mais recentes pela enfermidade foi uma jovem professora dominicana.

Rosa Indira Peña morava na cidade de San Felipe de Puerto Plata, que fica localizada na República Dominica. Ela estava grávida de nove meses quando realizou o exame de Covid-19 e descobriu que havia sido infectada pela doença.

Publicidade

Rosa foi internada em uma unidade de saúde local, onde foi submetida a uma cesárea de emergência. Infelizmente, a dominicana, que trabalhava como professora, não conseguiu resistir e faleceu ainda na clínica Bournigal.

Publicidade

O bebê nasceu vivo e os médicos ainda não informaram se ele foi infectado pelo coronavírus. Os familiares de Rosa ficaram arrasados com a morte da jovem e também pelo fato de não poderem conhecer a criança.

Publicidade

Vacina começa a ser aplicada

Diante de tantas mortes em decorrência do coronavírus, o mundo começa a criar um pouco mais de esperança, pois teve início a campanha de vacinação contra a doença em diversos países.

Em países como Estados Unidos e Reino Unido, a aplicação do imunizante começou há alguns dias. No Brasil, a campanha foi iniciada na última segunda-feira (18/01), após muita pressão por parte dos governadores.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.