in

Mãe de homem que morreu após ser empurrado por namorada faz desabafo sobre perda de cortar o coração: ‘Me dói’

Caso aconteceu no último sábado (16), em Praia Grande, no litoral paulista e deixou familiares desolados.

G1

A morte do professor de capoeira Marcos Ramos, ocorrida no último final de semana em Praia Grande, litoral paulista, deixou a família da vítima bastante abalada. O homem de 39 anos veio a óbito após ser empurrado pela namorada durante uma discussão. A vítima bateu a cabeça e acabou não resistindo, morrendo no local. 

Publicidade

De acordo com informações repassadas pela Polícia Civil, a companheira de Marcos Ramos afirmou que os dois tinham acabado de voltar da praia e iniciaram uma discussão por conta de uma chave. Ainda segundo ela, a vítima chegou a dar um soco na cabeça dela, que reagiu o empurrando. Na sequência, o homem caiu no chão, batendo a cabeça fortemente contra o solo, e não resistiu aos ferimentos.

Desabafo

Em entrevista exclusiva ao G1, a mãe de Marcos Ramos, Neuza Maria Ramos de Oliveira, de 60 anos, fez um desabafo comovente ao falar sobre a perda do filho mais velho. Ela afirmou que Ramos era bastante querida, referência para os mais jovens, e nunca apresentou caráter agressivo. 

Publicidade

“Quero uma investigação sobre como ocorreram as coisas. Não quero vingança, nem desejo mal de ninguém, até porque ela será a mãe dos meus netos. Ele estava muito feliz em ser pai. Sinto muito pelo ocorrido e me dói”, disse a mãe.

Publicidade

Seria pai de gêmeos

Conforme revelado pela família, Marcos Ramos seria pai de gêmeos brevemente. A companheira e acusada pelo crime estava grávida de três meses. A paternidade era vista como um sonho para a vítima.

Publicidade

Ouvida e liberada

A mulher acusada da ação criminosa foi atuada por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar. Presa em flagrante, ela foi submetida a uma audiência de custódia, e teve liberdade provisória concedida. 

O caso foi registrado na Delegacia de Praia Grande e continua sob investigação.

Publicidade