in

Carro superlotado se envolve em acidente e 12 pessoas ficam feridas; 7 eram crianças e detalhe causa impacto

Acidente foi registrado na tarde do último domingo (17), no interior do Rio Grande do Sul.

Renato Martins - Rádio Seberi

Um grave acidente com capotamento resultou no ferimento de 12 pessoas na BR-386, em Seberi, no Rio Grande do Sul, na tarde deste domingo (17).

Publicidade

Entre as vítimas estavam adultos e crianças, que ilegalmente estavam no mesmo veículo, um Peugeot 207. A capacidade máxima de passageiros do carro é de cinco pessoas, e o carro estava com sete passageiros a mais do que o permitido, caracterizando superlotação.

De acordo com informações repassadas pela Polícia Rodoviária federal, o condutor do veículo, um homem de 32 anos, não tinha habilitação para dirigir. Ele perdeu o controle do carro na altura do Km 49 da rodovia, saiu da pista e capotou. Ele e os outros 11 ocupantes do veículo se feriram e foram encaminhados para a unidade hospitalar de Seberi. 

Publicidade

Do quantitativo de passageiros, sete eram crianças e havia uma grávida no carro. Ainda segundo a PRF nenhuma vítima da ocorrência corre risco de morte. 

Publicidade

O veículo Peugeot 207 com placas de Itapiranga, em Santa Catarina, foi detido e levado para o pátio da corporação. Na vistoria inicial no carro ficou constatado que o mesmo estava com os quatro pneus sem condições de segurança, com alto gasto dos sulcos, o que possivelmente ajudou a ocasionar o acidente. 

Publicidade

Teste 

O motorista ainda foi submetido ao teste do bafômetro, onde não foi indicado a presença de álcool em seu organismo. O homem de 32 anos foi autuado pelas infrações de transportar passageiros em excesso, não ter habilitação e trafegar com veículo em mau estado de conservação. 

Até o fechamento desta matéria, o condutor seguia recebendo atendimento no hospital. A PRF registrou o caso na Polícia Civil. Além da Polícia Rodoviária Federal, equipes do Samu, Brigada Militar e do Conselho Tutelar compareceram ao local do acidente para atender as vítimas. 

Publicidade