in

Após chamar de ‘gripezinha’, Bolsonaro volta a minimizar a pandemia: ‘porque ter esse trauma todo’

Após comparar o vírus a uma ‘gripezinha’, Bolsonaro dá o que falar ao dizer que o isolamento social e lockdown causam mais mortes que o vírus.

Twitter/@ultimosegundo

Na sexta-feira, 15, mesmo em meio ao colapso no sistema de Saúde do Amazonas, o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), voltou a minimizar as mortes provocadas pela pandemia de Covid-19. “Não tem porque ter esse trauma todo”, disse Bolsonaro em entrevista à Jovem Pan. Segundo o mandatário, o isolamento social e o lockdown acabam causando “muito mais morte” do que a pandemia.

Publicidade

Bolsonaro diz que por causa do isolamento e lockdown as pessoas acabam morrendo por depressão, suicídio ou falta de emprego. Diante das fortes declarações, Bolsonaro disse que não tinha com ele, no momento da entrevista, os dados das mortes causadas por cada tipo de doença, mas ressaltou que “a Covid tá mais lá embaixo”. Por isso, segundo o mandatário, não há motivo para ter todo esse trauma “preocupado com a Covid-19”.

As declarações foram feitas por Bolsonaro em entrevista ao programa “Os Pingos nos Is”, da Jovem Pan.

Publicidade

Ainda na entrevista, Bolsonaro chegou a ser questionado sobre o colapso que a Saúde do Amazonas vem sofrendo com o aumento no número de casos e falta de equipamentos básicos no combate à pandemia. Neste momento, o presidente afirmou que os problemas começaram a aparecer no Estado na semana passadas após a temperatura subir em Manaus.

Publicidade

Bolsonaro afirmou ainda ter mandado o atual ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para agir no Amazonas na segunda-feira, 11, e, sendo assim, o ministro estaria “imediatamente” iniciando o tratamento precoce.

Publicidade

Vale lembrar que recentemente o Estado sofreu com a falta de oxigênio para pacientes internados com o vírus. Segundo médicos, alguns dos internados chegaram, inclusive, a morrer por asfixia.

Publicidade
Publicidade
Publicidade