in

Jovem perde pai e mãe no mesmo dia por Covid após falta de oxigênio; desabafo corta o coração: ‘Aterrorizante’

Pandemia do coronavírus já vitimou quase 6 mil pessoas na capital amazonense.

G1

A pandemia do coronavírus segue assolando e devastando milhares de famílias brasileiras nos últimos meses, protagonizando histórias comoventes de perdas em curto intervalo de tempo. Na família do administrador de empresas Iyad Hajoj o cenário foi desolador. Diante da falta de oxigênio vivenciada em Manaus nesta semana, ele perdeu o pai e a mãe no mesmo dia.

Publicidade

Infectados pela Covid-19, os dois estavam internados no Hospital Getúlio Vargas. O pai estava na Unidade de Terapia Intensiva enquanto a mãe dele estava na enfermaria. Com a falta de oxigênio, ambos acabaram não resistindo. 

Na última quinta-feira (14), o jovem compareceu ao hospital para fazer o reconhecimento dos corpos dos pais. No dia anterior, ele chegou a ver a mãe e afirmou que não foi informado em nenhum momento que a unidade estava com falta de oxigênio. 

Publicidade

Desabafo

Em entrevista à GloboNews, o filho das vítimas fez um desabafo comovente sobre as duas perdas.

Publicidade

“Foi o dia mais aterrorizante que eu não desejo para absolutamente ninguém. Fui infectado pela Covid porque tive que cuidar dos dois e tive que reconhecer o corpo dos dois”, disse o administrador.

Publicidade

O intervalo da morte dos pais de Iyad foi de apenas uma hora entre um e outro. Ainda no desabafo, o jovem criticou a falta de oxigênio, algo que segundo ele é o “básico”.

“Perder e enterrar os pais, no mesmo dia, não tem quem suporte”, disse Iyad, bastante emocionado. 

Colapso

Os últimos dias têm sido de um verdadeiro “cenário de terror” em Manaus. Sobrecarregada, a capital amazonense já iniciou a transferências de vários pacientes para outros estados. Uma força-tarefa tem sido realizada para suprir a necessidade de oxigênio na cidade manauara, uma das mais afetadas pela pandemia em solo nacional. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade