in

Lula foi o ex-presidente mais caro para a União custear no ano de 2020

Segundo dados obtidos por meio da Lei de Acesso à Informação, Lula gastou R$ 790 entre janeiro a outubro de 2020. Dilma Rousseff ocupa o 2º lugar.

PAULO PINTO/FOTOS PUBLICAS

O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, do Partido dos Trabalhadores (PT), é o ex-mandatário mais dispendioso mantido pela União Federal.

Publicidade

Cada ex-mandatário tem o direito vitalício de oito funcionários, além da cobertura total com gastos referentes a passagens, combustível, seguro, manutenção de dois automóveis e ainda diárias de funcionários. Regalias que não foram suspensas nem mesmo diante da pandemia do novo coronavírus.

Todos os ex-presidentes tem direito a dois servidores de cargos em comissão do Grupo-Direção e Assessoramento Supervisores, o DAS, nível 5, quatro servidores para atividades de apoio pessoal e segurança, e dois motoristas escolhidos pelo próprio ex-mandatário. Além disso, eles também têm direito ao pagamento desses assessores, com salários mensais que variam de R$ 2.500 a R$ 13.000.

Publicidade

De acordo com dados obtidos pelo site Poder360 com a Secretaria Geral da Presidência da República, o ex-presidente Lula, solto pelo STF (Supremo Tribunal Federal) após ter passado quase dois anos preso, lidera o ranking de gastos para a União. Segundo dados, entre os meses de janeiro a outubro do ano passado, o ex-presidente gastou cerca de R$ 790 mil. Deste valor, R$ 249,8 mil teriam sido gastos apenas com diárias e passagens. Tais dados foram obtidos pelo site através da Lei de Acesso à Informação.

Publicidade

Atrás de Lula, vêm Dilma Rousseff, que teve Lula como seu “mentor político” durante as eleições. Em 2020, Rousseff custou à União R$ 781,1 mil, que foram gastos com assessores e veículos aos quais a ex-mandatária têm direito.

Publicidade
Publicidade
Publicidade