in

O Medo volta a rondar a China, 1ª morte por Covid-19 foi confirmada após oito meses no país

A OMS enviou 10 pesquisadores para investigarem a origem da nova contaminação pelo coronavírus na região.

Foto: China Daily

Nesta quinta-feira (14), foi registrada a primeira morte pela infecção do coronavírus em oito meses no país. Segundo a CNN Brasil, a China está com quatro cidades em lockdown, essa medida foi tomada para tentar frear novas contaminações que levam a doença Covid-19. Recentemente, a Organização Mundial da Saúde enviou especialistas à China para aprofundar os estudos sobre a pandemia. 

Publicidade

A morte desta nova vítima do coronavírus não foi detalhada pela Comissão Nacional da Saúde, apenas foi informado que aconteceu na província de Hebei, onde o governo tomou a decisão de isolar várias cidades por precaução. O último registro de morte por Covid na China foi feito em maio de 2020.

Um balanço oficial mostra que 4.635 pessoas perderam a vida devido à complicações da Covid-19, doença que vem assolando o Brasil e o mundo. Quase 2 milhões de mortes causadas por Covid já foram contabilizadas no país.

Publicidade

O vírus foi detectado pela primeira vez no final de 2019, em Wuhan, região central da China. Por esse fato, uma equipe especializada contendo dez pesquisadores foram para a localidade com apoio da OMS. Médicos que estão trabalhando na linha de frente dessa pandemia, cuidando dos doentes desde março de 2020, continuam pedindo para a população tomar os devidos cuidados para conter o avanço da doença.

Publicidade

Novos casos de contaminação por coronavírus vêm preocupando os governantes do país, autoridades chinesas alertaram o país sobre 138 novos casos de Covid-19, que começaram a surgir na China novamente. Neste dia (14), ainda de acordo G1, este foi o maior aumento da doença registrado desde do início da pandemia em março do ano passado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Valeria Soares

Aqui você fica por dentro de tudo que acontece no mundo dos famosos e muito mais.