in

Com medo, pai de Bianca toma atitude impactante para se proteger: ‘Troquei minha liberdade por Justiça’

Bianca Lourenço tinha sido vista pela última vez no dia 3 de janeiro, em um churrasco, na Penha (RJ).

IG

A morte da jovem Bianca Lourenço, de 24 anos, chocou o país. Desaparecida desde o dia 3 de janeiro, ela foi encontrada sem vida na noite da última terça-feira (12), na praia Ilha do Fundão, no Rio de Janeiro.

Publicidade

Como o corpo apresentava sinais de mutilação e já estava em estado de decomposição, somente no dia seguinte, após exames de necropsia, ficou constatado que se tratava da vítima desaparecida. 

A jovem foi vista pela última vez no dia 3 de janeiro, quando estava em um churrasco na favela e acabou sendo retirada à força pelo ex-namorado, Dalton Luiz Vieira Santana, tido como um dos chefes do tráfico na Favela da Kelson´s, situada na Penha, Zona Norte do Rio. Popularmente conhecido como “DT”, o ex-de Bianca é o principal suspeito de ter assassinado ou mandado matar a ex-companheira, com quem viveu por cerca de um ano.

Publicidade

De acordo com familiares, o rapaz não aceitava o término do relacionamento com Bianca. Há dois meses, a jovem encerrou o namoro com o traficante e voltou a morar com o pai novamente. No dia do seu desaparecimento, Bianca fez um post nas redes sociais em tom de agradecimento pela vida que tinha. 

Publicidade

Pai deixa o Rio

Temendo possíveis represálias por parte do suspeito do crime, o pai de Bianca Lourenço decidiu deixar o Rio de Janeiro há mais de uma semana. Em entrevista ao G1, ele externou o medo vivenciado. 

Publicidade

“Troquei minha liberdade pela justiça da minha filha. Ele é chefe em vários locais pelo Rio de Janeiro. Por onde que você vai andar no Rio de Janeiro”, questionou o pai de Bianca, que teve a identidade preservada.

Súplica

Dias depois do desaparecimento da filha, o pai de Bianca chegou a subir a favela para implorar que o suspeito entregasse o corpo da jovem. Dalton, por sua vez, negou ter tido ligação com o desaparecimento da jovem. 

Em entrevista à TV Globo, o pai da jovem disse que o suspeito chegou a declarar para diversas pessoas que tinha sido o autor do crime.

Publicidade
Publicidade