in

Caso Bianca: pai da jovem faz desabafo comovente sobre quando descobriu morte da filha e pede justiça

Bianca Lourenço foi vista pela última vez em um churrasco; quando acabou sendo retirada à força do local pelo ex-namorado.

G1

Depois de quase duas semanas sem notícias do paradeiro da filha, o pai da jovem Bianca Lourenço, de 24 anos, recebeu a triste e já esperada notícia de que a garota havia sido encontrada sem vida. Na última terça-feira (12), após denúncias, a polícia resgatou um corpo que estava boiando na Baía de Guanabara. Após exames no IML foi constatado que a vítima era mesmo Bianca.

Publicidade

A jovem havia desaparecido no dia 3 de janeiro, quando de acordo com testemunhas foi retira à força de um churrasco na favela da Penha por Dalton Luiz Vieira Santana, o “DT”. O suspeito do crime é um dos chefes do trágico de drogas na comunidade Kelson´s. 

De acordo com familiares, o ex-namorado não aceitava o término do relacionamento com Bianca, ocorrido há cerca de dois meses.

Publicidade

Momentos desoladores

Passados nove dias sem respostas acerca do paradeiro da filha, o pai de Bianca recebeu a notícia na tarde da última quarta (13) que o corpo mutilado encontrado na Ilha do Fundão na noite anterior era mesmo o da filha. 

Publicidade

Em entrevista ao G1, o homem que não teve a identidade revelada por questões de segurança, disse que passou mal na terça ao tomar conhecimento da notícia de que o corpo podia ser da filha. 

Publicidade

“Na hora eu passei muito mal, eu fiquei todo trêmulo, o lado esquerdo do corpo ficou todo estranho. Eu não dormi direito, dormi das 4h às 7h. Quando eu almocei, o efeito do remédio me fez cambalear. Eu desmaiei e acordei quase 17h”, disse o pai de Bianca Lourenço.

Temendo represálias por parte do suspeito do crime, o homem optou por deixar o Rio Janeiro há mais de uma semana. 

Procurado

Após a constatação de que o corpo encontrado se tratava de Bianca, o Portal dos Procurados divulgou um cartaz com a foto de Dalton. O jovem, que não teve a idade revelada, tem outros mandados de prisão em aberto por crimes cometidos. Foi oferecida uma recompensa de R$ 2 mil por informações que levem à prisão do traficante.

Publicidade