in

Caso Bianca: detalhes do exame cadavérico são para quem tem estômago forte; médicos analisaram as tatuagens

Na tarde desta quarta-feira (13), os médicos peritos realizaram o exame cadavérico e confirmaram a morte de Bianca Lourenço.

Redes sociais Bianca Lourenço

Na noite desta terça-feira (12), chegou ao fim a procura por Bianca Lourenço, jovem carioca de 24 anos que estava desaparecida desde o dia 03 de janeiro. Segundo informações divulgadas pela Polícia Civil do estado do Rio de Janeiro, Bianca foi encontrada sem vida dentro de um tonel que estava boiando em uma praia situada na Ilha do Fundão, Zona Norte do Rio.

Publicidade

De acordo com as investigações policiais realizadas até o momento, o principal suspeito pela morte da jovem é seu ex-namorado e traficante, Dalton Vieira, mais conhecido pelo apelido de DT.

Na tarde desta quarta-feira (13), o Instituto Médico Legal (IML) realizou a perícia necropapiloscópica, também conhecida como exame cadavérico, procedimento realizado por médicos peritos que consiste na examinação do cadáver com o intuito de averiguar as possíveis causas da morte.

Publicidade

Tatuagens ajudaram na confirmação

Após a realização do exame cadavérico, restou evidenciado que as partes do corpo encontradas dentro do tonel pertenciam à Bianca Lourenço. Algumas tatuagens da jovem, bem como as impressões digitais, auxiliaram na confirmação feita pelos médicos peritos.

Publicidade

Moradores alegam que Bianca foi baleada

De acordo com informações divulgadas pela Polícia, no dia 04 de janeiro, moradores da favela de Kelson’s teriam descoberto que Bianca já estava morta, segundo eles, ela teria recebido diversos tiros.

Publicidade

Apesar de tal informação, a confirmação sobre a morte da jovem somente ocorreu nesta quarta-feira (13), após a realização do exame cadavérico, que atestou a barbárie responsável por ceifar precocemente a vida de Bianca.

Publicidade
Publicidade
Publicidade