in

Papa Francisco diz quando tomará vacina contra a Covid-19 e detona negacionistas

Itália foi o primeiro país do Velho Continente a se tornar epicentro do coronavírus; e já vivencia segunda onda.

Foto: Franco Origlia/Getty Images/Divulgação

A pandemia do coronavírus segue assolando a população mundial em uma escala bastante preocupante nos últimos meses. No Vaticano, o cenário de alerta contra o vírus também se faz presente. 

Publicidade

Em entrevista à rede Canale 5, o Papa Francisco revelou que deve ser imunizado na próxima semana, e aproveitou a oportunidade para tecer duras críticas aos negacionistas. 

“Na próxima semana começaremos [a vacinação], já tenho minha data”, disse Francisco, aproveitando também para criticar pessoas que se mostram contra o imunizante

Publicidade

“Há um negacionismo suicida que não consigo explicar”, disparou o pontífice de 84 anos.

Publicidade

Campanha de vacinação

O processo de imunização contra a Covid-19 no Vaticano deve ser iniciado nos próximos dias. Pessoas que trabalham na área da saúde e segurança, bem como idosos e quem possui contato maior com o público terão prioridade na vacinação.

Publicidade

Na Itália, algumas cidades já iniciaram a campanha de vacinação. A estimativa é que mais de meio milhão de pessoas já receberam a primeira dose do imunizante. 

Morte de médico de Francisco

De acordo com informações emitidas pela própria cidade neste sábado (9), o médico pessoal do papa Francisco, Fabrizio Soccorsi, morreu aos 78 anos, vítima de complicações oriundas da Covid-19.

Formado em medicina na Universidade La Sapienza, o profissional de saúde estava internado há dias no hospital Gemelli para tratar de um quadro de câncer, não revelado pelo Vaticano em qual parte do corpo seria. Durante a internação, ele acabou testando positivo para o coronavírus, e apresentou sintomas graves da doença. Por ser do grupo do risco da doença, ele acabou não resistindo. 

Fabrizio Soccorsi atuava como médico do papa desde 2015, tendo trabalhado como consultor da Diretoria de Saúde e Higiene do Vaticano. Além disso, o profissional atuou como especialista do conselho médico do Vaticano. Até o fechamento desta matéria, era desconhecido a data em que o médico esteve pela última vez com o pontífice.

Publicidade
Publicidade
Publicidade