in

Morte de dez bebês em maternidade atingida por incêndio gera forte comoção; outros sete foram resgatados

Fatalidade ocorreu neste sábado (9) e por pouco chamas não atingem outros setores do hospital.

UOL

Um incêndio tomou conta de uma maternidade em um hospital da cidade de Bhandara, na Índia, e deixou um cenário desolador neste sábado (9). De acordo com informações iniciais da imprensa local, dez bebês morreram na tragédia. Outros sete bebês recém-nascidos foram socorridos com vida, evitando que o desastre fosse ainda maior.

Publicidade

Até o fechamento desta matéria, as circunstâncias que levaram o ocorrido ainda eram desconhecidas. O caso segue sob investigação. 


“A causa do incêndio é desconhecida, mas nossa equipe apagou as chamas logo. Os bebês morreram asfixiados pela fumaça”,
disse o médico Pramod Khandate. 

Publicidade

Ao tomarem conhecimento do início do fogo na unidade neonatal do hospital, as enfermeiras acionaram o alarme. Acionada, uma equipe do Corpo de Bombeiros conseguiu evitar com que as chamas se espalhassem por outros setores do prédio. 

Publicidade

Comoção

A tragédia vem causando grande comoção no país. Por meio de suas redes sociais, o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, lamentou a fatalidade. “Uma tragédia de partir o coração em Bhandara, Maharashtra, onde perdemos preciosas vidas jovens”, disse o primeiro-ministro indiano. Representante da oposição, Rahul Gandhi, classificou o caso como “extremadamente trágico”

Publicidade

Outros casos

A fatalidade ocorrida em Bhandara não é um caso isolado de acidentes com incêndios em unidades hospitalares de grande proporção. Em agosto do ano passado, oito pessoas morreram em um incêndio na unidade de saúde de Ahmedabad, em Gujarat.

Já em novembro de 2020, um incêndio ocorrido em uma clínica de Rajkot, em Gujarat, provocou a morte de oito pessoas. No ano de 2011, uma grande ocorrência por incêndio deixou mais de 90 pessoas mortas em um hospital de Calcutá.

Publicidade
Publicidade
Publicidade