in

Auxílio Emergencial 2021: novo projeto é apresentado e benefício pode ser estendido; conheça valores e prazo

Auxílio Emergencial conta no momento apenas com o cronograma de saques e transferências.

Agência Brasil

Na última semana, a Caixa Econômica Federal (CEF) concluiu o calendário de pagamentos de parcelas do Auxílio Emergencial por meio da poupança digital. Com a pandemia ainda assolando o país em larga escala, milhares de brasileiros aguardam com grande expectativa uma possível nova extensão do programa criado pelo governo federal.

Publicidade

Apesar da postura contrária do governo, parlamentares estão se movimentando para solicitar a prorrogação do estado de calamidade pública e consequentemente o Auxílio Emergencial, que nos últimos meses atendeu quase 68 milhões de pessoas. 

No início desta semana, o senador Weverton Rocha (PDT-MA) apresentou no Congresso o Projeto de Decreto Legislativo 1/2021, que visa estender o estado de calamidade pública até o dia 30 de junho. O decreto que possibilitou várias medidas em tempos de pandemia, inclusive o Auxílio Emergencial, foi encerrado no dia 31 de dezembro de 2020. 

Publicidade

Através de suas redes sociais, o senador se manifestou defendendo a continuidade do programa.“Apresentei um projeto que prorroga o estado de calamidade por mais 180 dias. A proposta é muito importante para o Brasil. Possibilita também a prorrogação do auxílio emergencial de R$ 600”, afirmou o senador em uma das suas redes sociais.

Publicidade

Reunião

Ao que tudo indica, nos próximos dias, o Ministério da Economia e senadores farão uma reunião para avaliar o cenário fiscal do país, bem como discutirão a possibilidade de ser realizados novos pagamentos do benefício em 2021.

Publicidade

Oficialmente, o presidente Jair Bolsonaro já rechaçou que o benefício deve continuar em 2021. Na última quinta-feira (07), o chefe do Executivo chegou a ironizar uma possível prorrogação da ajuda, afirmando que os brasileiros não iam querer mais trabalhar se o benefício fosse de R$ 5 mil.

Enquanto o cenário segue indefinido, a Caixa vem liberando em janeiro a realização de saques e transferências da oitava e nona parcela do programa. Ainda haverá mais oito datas, com o término previsto para o dia 27 deste mês.

Publicidade
Publicidade
Publicidade