in

Mulher sequestrada consegue ser salva após colocar mão para fora de porta-malas e pedido de socorro impacta

Caso aconteceu na última terça-feira (5) e acabou viralizando nas redes sociais.

Reprodução - UOL

Um caso inusitado de resgate foi registrado na última terça-feira (05), em Fortaleza. Segundo informações da Guarda Municipal, uma mulher foi salva após conseguir colocar a mão para fora do veículo. Ela estava presa no porta-malas. Três pessoas maiores de idade e um adolescente foram detidos acusados do crime. 

Publicidade

A ação policial aconteceu depois que um motorista que vinha atrás do veículo notar o momento em que a vítima pedia socorro com a mão para fora do porta-malas, com o carro em movimento. Se deparando com a cena, o homem abordou uma equipe da Guarda Municipal e contou sobre o crime. 

“Um carro parou e já abordou os guardas. O homem estava bastante desesperado. Aí a pessoa mostrou a foto (da mão para fora do porta-malas do veículos). Imediatamente, os guardas fizeram a diligência para encontrar o veículo”, disse o inspetor da Guarda Municipal da capital cearense, Paulo Martins. 

Publicidade

Segundo informações das autoridades, a vítima acabou sendo sequestrada no centro de Fortaleza e colocada dentro do porta-malas do veículo. Em depoimento à polícia, a jovem disse que foi levada para um estacionamento na mesma região e chegou a ser torturada com chutes e pancadas com um pedaço de madeira. O crime supostamente teria sido executado por questões de vingança. 

Publicidade

Conforme explicação do inspetor Paulo Martins, a jovem teria sido vista com o responsável por assassinar o primo do adolescente que acompanhava o grupo na ação criminosa. 

Publicidade

Autuados

Em varredura no veículo, a polícia encontrou armas e munições. Os dois homens e a mulher que foram presos responderão por crimes de tortura, formação de quadrilha, sequestro e porte ilegal de arma. Por sua vez, o menor de idade foi conduzido para a Delegacia da Criança e do Adolescente e possivelmente cumprirá medidas socioeducativas pelo fato de integrar o grupo. 

Publicidade