in

Enfermeira do grupo de risco morre de Covid-19 depois de pedido de afastamento ser rejeitado

Bárbara passou mal no dia 14 de dezembro e morreu no primeiro dia de 2021.

Arquivo pessoal Bárbara Christini Ferreira Santos

A morte da enfermeira Bárbara Christini Ferreira Santos está causando comoção na cidade de Sarzedo, em Minas Gerais. Bárbara fazia parte do grupo de risco para a Covid-19, doença causada pelo coronavírus, e pediu afastamento dos trabalhos nas prefeituras de Contagem e de Sarzedo.

Publicidade

Algumas comorbidades, como diabetes, hipertensão, asma, bronquite, entre outros, colocam as pessoas no grupo de risco para a doença. Estar nesse grupo significa estar mais suscetível a ter complicações em decorrência da infecção causada pelo coronavírus.

A Prefeitura de Contagem aceitou o pedido e liberou Bárbara do trabalho. Já em Sarzedo ela teve que continuar trabalhando, já que o pedido de afastamento foi rejeitado. No dia 14 de dezembro, a profissional de saúde começou a se sentir mal. Com falta de ar e tosse, ela foi a uma unidade de saúde.

Publicidade

Quatro dias depois, a enfermeira foi internada e iniciou uma verdadeira epopeia. No dia seguinte à internação, ela foi transferida para o Hospital Santa Helena, em Contagem. No dia 22 de dezembro, ela foi levada para o hospital municipal da cidade. No dia 1º de janeiro, Bárbara não resistiu e morreu.

Publicidade

Focada no trabalho e apaixonada por enfermagem, Bárbara foi homenageada pelos colegas. No cortejo fúnebre, buzinaço e balões brancos marcaram a homenagem à enfermeira, que até os últimos momentos se dedicou a cuidar do próximo. A Prefeitura de Sarzedo não se manifestou sobre a morte. Em todo o Brasil, quase 200 mil pessoas morreram de Covid-19. Em todo o mundo, são mais de 1,8 milhão de óbitos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!