in

Irmã de gêmeos que morreram afogados em praia faz desabafo comovente e define como ‘pior momento da vida’

Jovens morreram afogados na praia do Arpoador, e família está desolada com perda precoce.

R7

O caso de morte dos dois irmãos na praia do Arpoador, no Rio de Janeiro, ocorrido nesta terça-feira (5) comoveu todo o país. Os gêmeos Diego e Diogo estavam curtindo o mar, quando acabaram sendo levados pela correnteza. Um tentou salvar o outro, mas os dois vieram a óbito.

Publicidade

Em entrevista ao R7, a irmã das vítimas, Victória Lima, disse estar passando pelo pior momento de sua vida com a perda dos irmãos. Os jovens de 21 anos eram bem unidos a ela, costumavam ir para lugares de lazer juntos, principalmente nos fins de semana.

Residentes em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, os dois irmãos foram até a praia do Arpoador para um mergulho noturno. Segundo Victória, um deles começou a se afogar e o outro tentou rapidamente salvar o irmão, mas acabou afundando junto. 

Publicidade

Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada, e os gêmeos foram levados para uma unidade hospitalar, entretanto, não resistiram. “Eles eram meninos de ouro, não tinha uma pessoa que não gostasse deles”, disse Victória, bastante emocionada. 

Publicidade

Diogo fazia faculdade de Direito, enquanto o irmão cursava Pedagogia. Os gêmeos tinham o sonho de se tornarem policiais.

Publicidade

Amor pelo Flamengo

Diego e Diogo eram apaixonados pelo Flamengo desde a infância. Torcedores fanáticos do clube da Gávea, os gêmeos faziam cartinhas, quando criança. Os dois jovens serão homenageados pelo Flamengo nesta quarta-feira (6), no clássico contra o Fluminense, no Maracanã, válido pelo Brasileirão. Um minuto de silêncio será respeitado antes da bola rolar. 

O sepultamento dos irmãos ocorrerá na tarde desta quarta-feira (6), no Cemitério do Corte 8, em Duque de Caxias. 

Publicidade
Publicidade