in

Cinco pessoas são presas por morte de motorista de aplicativo em SP; audiência de custódia está marcada

Quatro homens e uma mulher foram presos; corpo de Roger foi encontrado em Parelheiros.

Divulgação Polícia Civil SP

Cinco suspeitos foram presos no caso da morte do motorista de aplicativo Roger Ferreira da Silva, de 35 anos. Maicom e Jefferson, de 25 anos, e Emily, de 19 anos, teriam participado ativamente do crime. O trio pediu um Uber na favela de Paraisópolis, zona sul de São Paulo, na quarta-feira (30).

Publicidade

Pouco antes, Roger havia deixado sua casa, em Diadema, para trabalhar. O carro que ele usava para o serviço foi encontrado no sábado (2) em uma região de mata na avenida José Lutzenberg, em Parelheiros, zona sul da capital paulista. A família estava desesperada atrás do rapaz.

Além dos três suspeitos pelo crime, outros dois homens foram detidos. Eles teriam vendido o celular da vítima. O aparelho telefônico foi encontrado com uma menina de 12 anos em Paraisópolis. Ela contou à polícia que havia ganhado o celular de presente.

Publicidade

Os cinco estão detidos no 102º DP, na região do Socorro, zona sul. Ainda nesta segunda-feira (4), os suspeitos vão ser levados para a 101º DP, no Jardim das Imbuias, também na zona sul, para audiência de custódia. A família e parentes de Roger estão de luto com a morte cruel do rapaz de 35 anos que saiu de casa para trabalhar.

Publicidade

O que é e para que serve a audiência de custódia?

Muitas pessoas defendem a audiência de custódia, outros a criticam. Todos os presos em flagrante devem ser apresentados, em até 24 horas, à autoridade judicial. Diante do juiz, os direitos do presidiário devem ser assegurados. Em alguns, o suspeito é solto. Tudo indica que não é isso que deve acontecer com os três suspeitos de participarem do crime. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!