in

Salário mínimo para 2021 sofreu três alterações nos últimos meses; quanto vai aumentar?

Bolsonaro anunciou mudança na última quarta-feira (30); texto já foi publicado no Diário Oficial da União.

Isto É

Através de uma publicação feita nas redes sociais na última quarta-feira (30), o presidente Jair Bolsonaro anunciou o novo valor para o salário mínimo para o ano de 2021. Depois do governo federal projetar um mínimo de R$ 1.088, o chefe do Executivo confirmou a elevação do valor para R$ 1.100.

Publicidade

A Medida Provisória já foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) nesta quinta-feira (31), e já passa a valer a partir de hoje. Para se tornar lei, o aumento do mínimo ainda depende do aval do Congresso Nacional. 

Quanto aumenta?

Atualmente, o valor do salário mínimo está fixado em R$ 1.045. Ou seja, será R$ 55 de acréscimo para o próximo ano. As cifras, contudo, não significam um aumento real, e apenas acompanham o índice de inflação, que nos últimos meses cresceu significativamente, principalmente na área alimentícia. Para ter um aumento real no mínimo, o reajuste precisa ultrapassar o índice da inflação nacional. 

Publicidade

Antes de chegar ao valor anunciado por Bolsonaro, o salário mínimo teve outras duas projeções feitas recentemente. A primeira delas previa que o mesmo saltaria de R$ 1.045 para R$ 1.067. Já neste mês, o governo federal revisou novamente o mínimo, e acresceu mais R$ 21 – saltando assim para os R$ 1.088.

Publicidade

Diante do crescimento da inflação, a ala econômica do governo Bolsonaro aumentou para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que dita as correções feitas no mínimo, que acabou subindo mais R$ 12. 

Publicidade

Segundo informações do Dieese, o salário mínimo serve como referência para 49 milhões de trabalhadores do país.

Ainda no documento enviado ao Congresso, o governo federal prevê que o mínimo chegue aos R$ 1.023, em 2022, e aos R$ 1.163, no ano seguinte. 

Publicidade
Publicidade