in

Bebê que se afogou em piscina tem morte cerebral confirmada e pais tomam atitude comovente: ‘Gesto de amor’

Adam acabou se afogando na piscina de casa no último dia 20 de dezembro, e teve morte confirmada nesta quarta (30).

G1

Internado há mais quase duas semanas em uma Unidade de Terapia Intensiva, em Cuiabá (MT) após se afogar na piscina de casa, o pequeno Adam Miglioranza Balieiro, de 1 ano e 11 meses teve morte encefálica. A informação foi confirmada por familiares da criança nesta quarta-feira (30).

Publicidade

Através de uma nota divulgada, as famílias Miglioranza e Balieiro afirmaram que os médicos vinham lutando desde o dia 20 de dezembro para tentar reverter o quadro grave da criança, mas o cenário não mudou e ele acabou morrendo. Desde o primeiro dia de internação, Adam respirou com ajuda de aparelhos, o que preservou o funcionamento dos seus órgãos. 

Gesto comovente

Diante do quadro de morte encefálica, os pais do bebê resolveram doar os órgãos do filho para salvar vidas. “Um gesto de amor e generosidade”, escreveram os familiares no Facebook.

Publicidade

Apesar de ser natural de Vilhena, em Rondônia, Adam será velado e sepultado na cidade de Cuiabá, por opção dos familiares.

Publicidade

Ainda na nota, os familiares do bebê fizeram questão de agradecer o apoio médico, policial e de todos que enviaram mensagens positivas e fizeram correntes de oração pedindo pela saúde de Adam. 

Publicidade

“Agradecimentos à Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, equipe médica do Hospital Regional, amigos e voluntários que se mobilizaram de forma incansável para prestar os primeiros socorros. À todos nossa eterna gratidão”, diz outro trecho da nota. 

O caso

O pequeno Adam se afogou na piscina de casa, em Vilhena, no dia 20 de dezembro, e de acordo com familiares engoliu muita água. A criança foi conduzida para o Hospital Regional do município e ainda chegou a ser reanimado. Um dia depois, ele foi transferido de avião para uma Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica de Cuiabá. 

Nas redes sociais, diversas pessoas fizeram correntes de oração, e os familiares chegaram a se animar com uma ligeira recuperação do bebê na véspera de Natal, contudo, ele acabou não resistindo. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade