in

Ex-marido negociou morte de gerente da Caixa Econômica pelo telefone: ‘Te mostro hoje onde ela mora’

Tatiana Lorenzetti foi morta com um tiro na última segunda-feira (28) em frente à agência em que trabalhava.

Metrópoles | Banda B | Montagem Ingrid Machado

Um crime bárbaro ocorreu na tarde da última segunda-feira (28), no bairro Capão Raso, em Curitiba. A gerente Tatiana Lorenzetti foi assassinada com um tiro em frente à agência da Caixa Econômica onde trabalhava. De acordo com o site G1, inicialmente a polícia investigou o crime como latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte, já que a bolsa da vítima foi levada, porém, uma nova linha de investigação foi levantada. 

Publicidade

O Ministério Público do Paraná (MP-PR), afirma que o ex-marido de Tatiana teria negociado o crime através do telefone. A promotoria investigava uma rede de tráfico de drogas na região de Curitiba quando interceptou o áudio de uma suposta conversa entre o ex-marido da gerente, conhecido como Tonhão, e um suposto matador de aluguel.

Na transcrição da conversa é possível notar que o ex-marido de Tatiana oferece valores em dinheiro para que o crime seja cometido. Tonhão chega, inclusive, a dizer que mostrará o endereço da vítima ao criminoso. De acordo com as investigações, o ex-marido da gerente também almejava conseguir a guarda da filha e controlar uma possível indenização a qual a menor seria beneficiária.

Publicidade

As novas informações e a transcrição da conversa foram anexadas ao inquérito policial. Em um trecho da conversa, Tonhão passa maiores detalhes sobre a rotina da ex-mulher ao suposto matador de aluguel. “Aí eu te mostro. Eu te mostro onde ela mora, tá? Pra você fazer, seguir ela num dia, no outro já fazer. Por que ela sai de casa, ela vai pro lugar onde ela trabalha”, disse o ex-marido da vítima.

Publicidade

O suspeito responsável pelo disparo na gerente empreendeu fuga do local, mas acabou sendo interceptado pela polícia e também foi baleado, vindo a óbito. Antes de ser baleado, o suspeito se jogou de um carro em movimento e tentou fugir a pé. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade