in

Responsável por encontrar pequeno Heitor, bombeiro se emociona em achar menino com vida: ‘A gente é pai’

Depois de quatro dias desaparecido, menino Heitor foi encontrado com vida na tarde do último domingo (27).

Olhar Direito/YouTube | Reprodução

Depois de quatro dias de desespero, aflição e buscas incessantes, o menino Heitor Maciel, de 2 anos, foi encontrado com vida na cidade de Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso. A criança estava desaparecida desde a última quinta-feira (24), véspera de Natal, quando sumiu de uma chácara onde estava com os pais.

Publicidade

Responsável por integrar a equipe que encontrou Heitor em um aterro sanitário, o sargento Domingos, do Corpo de Bombeiros do município, não segurou a emoção ao falar sobre o caso, que terminou com um final feliz.

O agente estaria de folga neste fim de semana, mas abriu mão do descanso para ajudar incansavelmente nas buscas pelo garoto. Na conversa com a imprensa, Domingos fez questão de agradecer o empenho de todas as forças policiais, e toda a comunidade de Lucas do Rio Verde que auxiliaram nas buscas de forma voluntária.

Publicidade

Segundo Domingos, Heitor possa ter sido “devolvido” no lixão por alguém em razão das condições que se encontrava, lúcido e tranquilo. Contudo, o agente não descartou que o garoto tenha ficado na mata, e ao avistar o lixão se dirigiu para o local. 

Publicidade

“A gente é pai, a gente se emociona igual né. É difícil, a gente sabe que é difícil uma criança passar quatro dias, três noites frias, chuvosas, e ser encontrado com vida”, comentou, destacando que encontrar Heitor com vida foi um verdadeiro milagre. 

Publicidade

Responsável pelas investigações do caso, o delegado Marcelo Maidame classificou o pequeno Heitor como um herói.

“A gente fica emocionado porque é uma criança, o Heitor é um herói por ter resistido a esses dias de desaparecimento, nós também não desistimos dele”, disse Maidame.

Força-tarefa

A operação movida para encontrar desde a última quinta-feira (24) contou com a participação ainda policiais militares, agente da Guarda Municipal, voluntários que ajudaram nas buscas com helicóptero e avião, além de agentes do Corpo de Bombeiros das cidades de Sinop, Nova Mutum e Sorriso, que trouxeram cães farejadores para ajudar nas buscas.

Publicidade
Publicidade