in

Pais de menino de 2 anos desaparecido são criticados e julgados por populares, e tio desabafa: ‘Não sabem a dor’

Pequeno Heitor está desaparecido desde a última quinta-feira (24) em Lucas do Rio Verde (MT).

Gazeta Digital

Depois de mais de 48 horas de buscas, o menino Heitor Maciel da Silva, de 2 anos, segue desaparecido. A criança está sumida desde a última quinta-feira (24), véspera de Natal, quando estava em uma chácara em Lucas do Rio Verde, município mato-grossense.

Publicidade

A notícia do desaparecimento da criança tem causado uma forte comoção nacional. Contudo, muitos internautas já utilizaram as redes sociais para criticar de forma áspera dos familiares do garoto, insinuando que houve abandono por parte dos pais.

Na tarde deste sábado (26), um tio de Heitor conversou com a imprensa e externou o sentimento vivido por todos diante deste cenário. Ele pediu para que as pessoas cessassem os pré-julgamentos sob os pais da criança, que têm sofrido bastante. “Vocês não sabem a dor de um pai e de uma mãe em uma situação dessas”, disse Antonio, tio do menino Heitor.

Publicidade

As fortes acusações e ampla repercussão negativa têm deixado toda a família desolada, uma vez que, além de sofrer com o sumiço do menino de 2 anos, ainda se preocupam com os manifestos de algumas pessoas.

Publicidade

Agradecimento

Emocionado, o rapaz também fez questão de agradecer toda a mobilização dos moradores de Lucas do Rio Verde e região, que se prontificaram a ajudar nas buscas pelo sobrinho, revezando nas varreduras em plantações, matas, estradas próximas e todo o entorno da chácara onde Heitor estava. 

Publicidade

“Tinha mais de 80 pessoas ajudando a procurar meu sobrinho”, afirmou Antonio, não deixando de enaltecer o papel das autoridades. Heitor foi deixado dormindo na residência enquanto a mãe saiu para ajudar o sogro em um problema de queda de energia. Quando ela retornou, o filho de 2 anos não estava mais no local.

Publicidade