in

Auxílio Emergencial: líder do governo dá declaração decisiva sobre extensão do benefício em 2021

Benefício conta com seu último cronograma de pagamento e cenário de indefinição para o próximo ano.

Caixa Econômica Federal

Criado para ser um alento aos brasileiros e um fator impulsionador da economia nacional, o Auxílio Emergencial tem seu calendário de pagamentos fixado até a próxima semana. Embora haja a expectativa de milhares de brasileiros acerca de uma possível extensão do programa em 2021, o governo federal já sinalizou várias vezes que não pretende esticar o benefício por mais tempo.

Publicidade

Na última semana, o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) chegou a protocolar um Projeto de Lei solicitando a extensão do Auxílio Emergencial e do estado de calamidade até o dia 31 de março de 2021. A pauta ainda não tem previsão de ser votada no Congresso. 

Em entrevista ao UOL na última quinta-feira (24), o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), falou sobre o assunto e apontou que não há recursos para uma nova extensão do Auxílio. 

Publicidade

“A prorrogação do auxílio necessita de Orçamento de Guerra , não há recursos para isso. Para termos um novo auxílio temos que ter um novo Orçamento de Guerra, que precisaria ser votado na Câmara e no Senado numa emenda constitucional”, afirmou o deputado Ricardo Barros. 

Publicidade

Ainda, segundo o deputado, “não há tempo hábil e não houve iniciativa de qualquer parte para que se prorrogasse ou se renovasse o Orçamento de Guerra”

Publicidade

Alternativas

Após sinalizar que não pretende prorrogar o Auxílio Emergencial no próximo ano, o governo federal busca nos bastidores formas de continuar ajudando uma parcela da população brasileira. Em declaração recente, o presidente Jair Bolsonaro admitiu a possibilidade de ampliar a abrangência do Bolsa Família, trazendo novos beneficiários, bem como aumentar o valor pago aos beneficiários. 

O ministro Paulo Guedes, por sua vez, já enfatizou que a equipe econômica está preparada para proporcionar alternativas que possam atenuar a situação dos brasileiros, possibilitando, por exemplo, uma prorrogação de prazo no pagamento de impostos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade