in

Mulher morre após ser arrastada por enxurrada no Rio de Janeiro; vídeo mostra desespero

Chuvas torrenciais assolaram várias cidades do Rio de Janeiro na última terça (22).

UOL

As chuvas torrenciais que caíram na Baixada Fluminense na última terça-feira (22) deixaram um cenário de destruição e de vítimas fatais. Em um vídeo divulgado, uma mulher não identificada aparece sendo arrastada pela correnteza formada em uma enchente na rua Duque de Caxias, situada na Baixada. De acordo com informações da prefeitura, a mulher não resistiu e morreu.

Publicidade

Ainda segundo a prefeitura, há um apuração em curso acerca da morte de uma adolescente de 16 anos, também em decorrência das fortes chuvas. Ao todo, cerca de 150 família ficaram desalojadas. Três carros acabaram sendo levados pela correnteza. 

A formação da enchente se deu principalmente após o rio Saracuruna, que corta a região, transbordar. Terra do cantor Zeca Pagodinho, o distrito de Xerém foi a região mais afetada. Sirenes de alerta foram acionadas para avisar os moradores.

Publicidade

“Equipes da Defesa Civil estão percorrendo a cidade e acompanham as ocorrências registradas”, informou o órgão. 

Publicidade

Assista ao vídeo

Acima da média 

Somente em Duque de Caxias foi registrado na última segunda-feira (22), 221,2 mm de chuva. Deste quantitativo, Xerém computou 80 mm – média bem acima do que estava previsto para chover no mês de dezembro inteiro. 

Publicidade

Responsável por interligar Juiz de Fora ao Rio de Janeiro, a BR-040 que corta a cidade de Duque de Caxias, protagonizou queda de árvores e barreiras. Próximo de Petrópolis, uma árvore atingiu um caminhão. O motorista do veículo foi socorrido com ferimentos leves para um hospital da região. 

Além de Duque de Caxias, cidades como Magé e Angra dos Reis também foram assoladas pela chuva. A primeira registrou 255 mm de chuva em apenas 12 horas, enquanto a segunda computou mais de 192 mm, índices previstos para um mês inteiro.

Publicidade
Publicidade