in

Sobrevivente em grave acidente entre ônibus e caminhão conta detalhes de tragédia: ‘pessoas arremessadas’

Paulo Ricardo estava voltando do banheiro do coletivo, quando foi surpreendido com a forte colisão.

Foto: Paula Sieplin/TV Fronteira

Mais um grave acidente foi registrado em uma rodovia brasileira nesta segunda-feira (22). Um ônibus que transportava passageiros do Pará ao Rio Grande do Sul acabou colidindo brutalmente contra um caminhão. A forte batida culminou na morte de 7 pessoas, enquanto outras 32 ficaram feridas.

Publicidade

Com os planos de comemorar as festas de final de ano, uma família por muito pouco não teve a vida ceifada no trágico acidente, ocorrido na Rodovia Assis Chateuabriand, no interior de São Paulo. Em entrevista ao G1, o produtor rural Paulo Ricardo Padilha, de Goiânia, contou o drama vivido. Ele estava viajando com a esposa e a filha para cidade de Maravilha, em Santa Catarina, quando sofreu o acidente. 

Segundo Paulo, ele tinha ido ao banheiro do ônibus e quando estava voltando para o seu assento, acabou sendo surpreendido pela forte colisão. 

Publicidade

“Só vi um clarão e eu abracei a poltrona e não vi mais nada. Escureceu tudo […] Depois que aconteceu o acidente, tinham pessoas arremessadas para fora do ônibus e o motorista da carreta estava morto, porque bateu de frente”, lembra o sobrevivente.

Publicidade

Com ferimentos leves, Paulo já recebeu alta médica e agora aguarda a esposa dele e a filha serem liberadas. A mulher está estável, mas com relação à filha ele não tem mais informações. 

Publicidade

Irmãos

Entre as sete vítimas fatais do acidente estão os irmãos Donizete e Bartogaleno, que vinham no caminhão. Como a colisão foi frontal, os dois acabaram não resistindo aos ferimentos. Dos 32 feridos, quatorze chegaram a ser internados em estado grave. 

A polícia ainda apura as causas ou circunstâncias que acarretaram o grave acidente, o terceiro em grandes proporções envolvendo ônibus nos dois últimos meses.

Publicidade
Publicidade