in

Alerta no Vaticano: cardeais e assistentes do Papa Francisco são diagnosticados com Covid e cenário assusta

Vaticano ainda não se posicionou oficialmente, mas testagem positiva liga alerta.

(Crédito: Vatican Media/AFP)

A pandemia do coronavírus segue avassaladora em várias regiões do mundo. Um dos primeiros epicentros da doença, a Itália vem passando por uma segunda onda de infecção da Covid-19, e o até mesmo o Vaticano não tem escapado.

Publicidade

Nesta terça-feira (22), uma fonte do Vaticano confirmou que dois cardeais foram diagnosticados o coronavírus. Um deles é o cardeal Konrad Krajewski, de 57 anos. O polonês administra as instituições de caridade do Papa Francisco, e foi internado para tratar um quadro de pneumonia já oriundo da infecção da Covid-19.

Outro sacerdote infectado foi o cardeal Giuseppe Bertello, de 78 anos. O italiano atua como governador na Cidade do Vaticano, e acabou testando positivo para a doença. Integrando o grupo de risco da Covid-19, ele está isolado em sua residência.

Publicidade

Dúvidas

Até o momento, não se sabe se algum deles compareceu no evento realizado nesta segunda, onde membros da Cúria, – administração central do Vaticano – trocaram saudações natalinas com o Papa Francisco. Oficialmente, o Vaticano não se posicionou sobre a existência dos casos positivos para a Covid-19 nos cardeais. 

Publicidade

Krajewski se dedica intensamente aos moradores de rua da Cidade do Vaticano, onde ajuda a população sem-teto da capital italiana. Sob pedido do Papa Francisco, o cardeal montou uma clínica, instalações de banho e outros serviços ofertados aos sem-teto que ficam próximos da Praça São Pedro. 

Publicidade

Alerta

De acordo com o último levantamento, a Itália computa quase 70 mil mortes por conta da Covid-19 desde o início da pandemia – quinto maior índice no mundo. O número de infectados já chega na casa de 1,96 milhão.

Chefe de serviços no Vaticano, Andrea Arcanji, revelou no início do mês que a Cidade-Estado iniciará o processo de vacinação de moradores e funcionários no começo de 2021.

Publicidade
Publicidade