in

Jovem morre após cair de cachoeira de 12 metros ao tirar selfie, e família fica desolada: ‘Tá difícil entender’

Jovem de 22 anos chegou a ser socorrido, mas acabou não resistindo aos graves ferimentos.

Metropóles

Um trágico acidente com vítima fatal foi registrado em uma cachoeira situada na cidade de Marechal Cândido Rondon, no Paraná, neste fim de semana. No último sábado (19), um jovem de 22 anos acabou morrendo após cair de mais de 10 metros quando estava tirando uma selfie.

Publicidade

Segundo o pai da vítima, o filho gostava de tirar muitas fotos e no momento em que estava tirando uma foto na parte superior da Cachoeira da Onça acabou escorregando. Na queda, o jovem acabou batendo a cabeça, e foi socorrido em estado grave. A vítima foi identificada como Guilherme Chiapetti.

Encaminhado pelo Corpo de Bombeiros a um hospital do município de Marechal Cândido Rondon, e posteriormente transferido para a cidade de Toledo, a vítima não resistiu aos ferimentos e morreu na manhã do último domingo (20). 

Publicidade

Ainda segundo o pai do jovem, o filho já tinha ido até a Cachoeira das Onças várias vezes, e nesta visita no final de semana estava em um passeio com dois amigos. 

Publicidade

Difícil acesso

Acionada para o socorro do jovem, a equipe do Corpo de Bombeiros afirmou que o local onde o trágico acidente ocorreu é de difícil acesso. O espaço conta com uma trilha até chegar a esse ponto da cachoeira, que conta com muitas pedras justamente abaixo da queda de água. 

Publicidade

Segundo testemunhas, Guilherme Chiapetti estava acompanhado de amigos na Cachoeira da Onça, quando tirava uma selfie no alto da cachoeira e sofreu a queda de 10 metros. O rapaz foi atendido pelo Corpo de Bombeiros com múltiplas fraturas, traumatismo craniano e imediatamente encaminhado para o Hospital Bom Jesus de Toledo, no Centro, em Toledo (PR).

“Tá difícil de entender mais infelizmente é essa a caminhada de todos e o Guilherme Chiapetti concluiu a dele apesar de tão jovem, Deus sabe de todas as coisas mesmo que no momento a gente não entende e custa a acreditar, descanse em paz Guilherme”, disse um amigo da vítima nas redes sociais. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade