in

Três crianças morrem carbonizadas enquanto mãe estava em bar; casa tinha sido trancada com cadeado

Vizinhos tentaram socorrer as crianças após ouvirem gritos no local, porém, o fogo tomou a residência rapidamente.

G1 | Divulgação | Montagem Ingrid Machado

Uma tragédia ocorreu em Rio Branco, no Acre, na noite do último sábado (19). De acordo com o site G1, uma mulher, que foi identificada Jociane Evangelista Monteiro, teria deixado seus três filhos menores de idade sozinhos e trancados em casa para ir até um bar próximo ao local. As três crianças morreram carbonizadas após um suposto curto-circuito ocorrido em um ventilador.

Publicidade

Segundo o depoimento de vizinhos, gritos de socorro foram ouvidos de dentro da residência quando perceberam que se tratava de um incêndio. Moradores locais tentaram socorrer as crianças, mas o fogo teria se alastrado rapidamente devido a casa ter sido construída com madeira.

A residência também estava trancada com um cadeado, dificultando o socorro das vítimas. As crianças foram identificadas como Caio Evangelista Monteiro, de 2 anos, Diogo Evangelista Monteiro, de 4 anos e a bebê Vitoria Sofia, de 8 meses. A perícia definirá a verdadeira causa do incêndio nos próximos dias. A casa media apenas 12 metros quadrados e ficava localizada nos fundos de outra residência.

Publicidade

No momento do incêndio, Bombeiros foram acionados e compareceram no local em poucos minutos, mas as vítimas já se encontravam sem vida. A equipe apenas trabalhou na contenção das chamas para que elas não se alastrassem para outras residências.

Publicidade

Jociane Evangelista Monteiro foi presa em flagrante pela polícia no local. Populares confirmaram a informação de que a mulher havia deixado as crianças sozinhas para ir até um bar. Cabe ressaltar que deixar crianças menores de idade sozinhas à própria sorte configura no crime de abandono de incapaz, que pode levar a uma pena de 4 a 12 anos de prisão no caso do abandono resultar em morte.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade