in

Mulher morre ao cair de uma altura de 80 metros ao tirar selfie em penhasco; marido e filho assistiram a cena

Rosy Loomba, de 38 anos, estava na companhia do filho e do marido no momento do acidente.

Jornal Extra | Divulgação | Montagem Ingrid Machado

Um trágico acidente aconteceu no Parque Nacional Grampians, no estado de Victoria, Austrália, no último sábado (12). Uma turista chamada Rosy Loomba, de 38 anos, caiu de uma altura de 80 metros ao tirar uma selfie de um famoso penhasco bastante procurado por turistas. De acordo com o Jornal Extra, a turista estava acompanhada do filho e do marido que presenciaram a cena.

Publicidade

Testemunhas afirmam que Rosy Loomba ultrapassou as barreiras de segurança instaladas pela administração do parque e tropeçou na borda da pedra. A turista teria gritado por socorro logo após a queda, mas devido ao difícil acesso, nenhuma pessoa conseguiu ajudá-la a tempo.

Equipes de resgate foram acionadas, mas só conseguiram recuperar o corpo da mulher, já sem vida, cerca de 6 horas depois. O local é um ponto bastante procurado por turistas para tirarem fotografias e publicar nas redes sociais. Na web é possível ver várias fotos de pessoas na pedra diante de uma paisagem deslumbrante.

Publicidade

O brasileiro Gustavo Maranzati, de 24 anos, esteve no local da tragédia anteriormente e fez um relato sobre a experiência. “As pessoas pulavam a proteção estabelecida pelo parque, iam até a ponta da pedra e tiravam fotos. Alguns ficavam em pé, outros sentados (como eu). Todos brincavam com a situação e pareciam não enxergar perigo. Confesso que eu mesmo me senti seguro em me sentar na pedra, mas fui andando com bastante cuidado até chegar à beira”, disse o jovem.

Publicidade

Iman Kamarelddin, outra turista, afirmou que visitou o local horas antes de Rosy e também ultrapassou as barreiras de segurança para tirar fotos. Ela contou que ficou arrasada ao saber da notícia de que uma mulher havia morrido no local. A polícia de Victoria fez um novo alerta e pediu para que as pessoas não coloquem suas vidas em risco por causa de fotografias para as redes sociais.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade