in

Irmãs morrem vítimas da Covid em intervalo de 24h e família faz desabafo de cortar o coração

Nenhuma das duas mulheres possuía comorbidades; caso gerou forte comoção em Governador Valadares.

UOL

A pandemia do coronavírus segue assolando a vida de milhares de famílias brasileiras nos últimos meses. Em Governador Valadares, município de Minas Gerais, uma família teve que conviver com a perda de duas pessoas em um curto intervalo de tempo. As irmãs Danubia Pereira Venâncio, de 36 anos, e Vanessa Pereira Venâncio, de 40, morreram vítimas da Covid-19 em um período de 24h de diferença.

Publicidade

A mais nova foi internada no dia 2, no Hospital Regional em uma ala exclusiva para tratamento de pacientes do coronavírus. Dois dias depois, foi a vez de Vanessa apresentar complicações e ser levada para o Hospital São Lucas. Devido o estado grave da doença, ela foi encaminhada diretamente a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ambas acabaram não resistindo.

Desabafo

Em vídeo publicado no Facebook, a tia das duas irmãs, Valéria Alves, desabafou sobre as duas perdas, e pediu orações para os familiares.

Publicidade

“Infelizmente nossa família não pôde levantar a plaquinha com aquela frase ‘eu venci a covid’. Foi ela quem venceu. Enterrei minha sobrinha Danubia. É um momento frio, que a gente não pode ver, a gente não pode dar um último toque. Quero pedir que vocês não parem de rezar, vamos continuar rezando”, afirmou Valéria. 

Publicidade

Em entrevista ao UOL, ela relatou o drama que a irmã – a mãe de Vanessa e Danubia – tem vivido. Segundo Valéria, ela não pode receber um abraço da mãe de 80 anos, que mesmo vendo a filha sofrendo não pode apoiá-la neste momento por integrar o grupo de risco da doença. Ela também já foi diagnosticada com a doença recentemente.

Publicidade

Nenhuma das duas vítimas fatais da Covid-19 possuíam comorbidades. Casada, Vanessa deixa o marido e três filhos. Já Danubia tinha dois filhos. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade