in

Mãe dá à luz e 18 dias depois morre de Covid-19, sem poder abraçar seu filho

A paciente precisou ser intubada logo depois de conseguir dar à luz seu bebê.

CNN

O coronavírus continua fazendo vítimas em todo o mundo. Um dos casos mais recentemente de mortes pelo vírus foi de uma grávida de Detroit, estado do Michigan, localizada na região centro-oeste, nos Estados Unidos.

Publicidade

Erika Becerra tinha 33 anos e estava com oito meses de gestação quando foi infectada pelo coronavírus. Ela foi levada para um hospital local e sofreu complicações da doença. Foi então que os médicos da unidade de saúde tiveram que induzir o parto para tentar trazer a criança ao mundo com segurança.

Depois do parto, Erika precisou ser intubada, pois estava apresentando dificuldades para respirar. Devido a sua situação, a americana não conseguiu conhecer seu filho. A paciente faleceu 18 dias após dar à luz o bebê.

Publicidade

Erika era a pessoa mais maravilhosa que você poderia conhecer. Para ela, a felicidade dos outros era a felicidade dela”, disse  Michael Avilez, irmão da vítima. Ele ainda demonstrou indignação pela forma como muitos lidam com a doença: “Há muitas pessoas que não entendem o que está acontecendo… Eles pensam que é uma piada até que aconteça com eles ou com um dos membros de sua família“.

Publicidade

Casos de Covid-19 no mundo

A pandemia teve início no final do ano passado, na província de Wuhan, na China. Desde então, o número de contágios e mortes em decorrência do coronavírus, que afeta pessoas de todas as idades, tem aumentado de forma rápida.

Publicidade

No momento, o número de infecções pelo vírus no mundo inteiro é de mais de 69 milhões. Além disso, o índice registrado de mortes por causa da enfermidade ultrapassou 1,5 milhão. Vacinas têm sido testadas nos últimos meses para que possam ser distribuídas em massa para a população.

Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.