in

Dada como morta em acidente de ônibus em MG, jovem emociona família com ligação: ‘Não morri’

O acidente ocorreu na última quinta-feira (3), em João Monlevade, Minas Gerais.

Metrópoles | Montagem Ingrid Machado

Na última quinta-feira (3), um grave acidente de ônibus deixou 19 mortos e vários feridos em João Monlevade, Minas Gerais. O veículo caiu de uma altura de cerca de 35 metros num local conhecido como Ponte Torta. De acordo com o site Metrópoles, a causa da tragédia foi a ocorrência de uma falha mecânica. Após o acidente, várias equipes de resgate foram encaminhadas até o local.

Publicidade

O veículo da empresa Localima Turismo saiu do povoado de Santa Cruz do Deserto, em Mata Grande, Alagoas, em direção a São Paulo. Segundo testemunhas, o motorista e alguns passageiros do ônibus conseguiram saltar do veículo antes da queda. O condutor do coletivo se apresentou às autoridades 3 dias após o acidente.

Uma das vítimas do acidente na BR-381, a jovem Denise Maria do Nascimento, de 27 anos, foi dada como morta pelas autoridades de Minas Gerais em uma lista preliminar de vítimas fatais. Internada no hospital público João 23, Denise conseguiu um aparelho telefônico emprestado e efetuou uma ligação para a família, que se surpreendeu com a notícia.

Publicidade

Não morri”, disse a jovem aos familiares, que se emocionaram com a notícia. Geysa Stencoff, prima da vítima, falou sobre seu estado de saúde: “Só foi acordar já no hospital. Quebrou duas costelas, a clavícula e teve uma fratura na coluna. Mas, na medida do possível, está bem”. Denise segue internada em Minas Gerais e deverá passar por uma cirurgia na coluna nos próximos dias.

Publicidade

Procurado, o Governo de Minas afirmou que já corrigiu as informações e confirmou a morte de 19 passageiros. Durante depoimento à polícia, o motorista do ônibus chorou copiosamente e afirmou que fugiu do local por medo. A polícia segue investigando as circunstâncias do acidente.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade