in

Governo se pronuncia após mensagem de criação de abono emergencial de Natal viralizar nas redes

Ministério da Cidadania emitiu nota na noite da última segunda-feira (07), esclarecendo informações que viralizaram na grande rede.

Gazeta do Povo

Uma mensagem informando que o governo federal criará um novo benefício para este final de ano se tornou viral nos últimos dias em aplicativos de mensagens e em diversas redes sociais. Diante da ampla repercussão do assunto, o Ministério da Cidadania resolveu se pronunciar e classificou o fato como Fake News.

Publicidade

Além de revelar que a informação não procede, a pasta do governo federal ainda alertou os brasileiros que podem ter dados pessoas importantes comprometidos ao clicar neste tipo de informação com links.

“O benefício não existe. Não clique em links de origem duvidosa e certifique-se de checar sempre as informações nos canais oficiais do governo”, orientou o órgão em nota publicada na última segunda-feira (07).

Publicidade

Alerta

O golpe conhecido como phishing, tem como objetivo “pescar” informações pessoais de usuários, como dados de CPF, RG e cartões de crédito, a apartir de mensagens falsas e que despertam curiosidade levando para sites enganosos, onde os dados são obtidos. 

Publicidade

Há cerca de dois meses, a empresa de cibersegurança Kaspersky alertou para uma notícia falsa acerca do abono emergencial para o Natal. Nesta oportunidade, os usuários receberam golpe contratando serviços sem consentimento, e tendo dados importantes roubados. 

Publicidade

Sem prorrogação

Alento dos brasileiros nos últimos meses, o Auxílio Emergencial não deve ter continuidade em 2021. Na última semana, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que perpetuar benefícios é o “caminho para o insucesso”. A ala econômica do governo, diferente do setor político e de outros parlamentares, não se mostra favorável a uma nova extensão do programa que já contemplou mais de 68 milhões de brasileiros.

Publicidade
Publicidade
Publicidade