in

Mãe e filho com Covid-19 morrem em intervalo de menos de 7h; irmão comove com desabafo: ‘Estamos um caco’

Mãe e filho estavam internados no Centro de Terapia Intensiva após complicações do coronavírus.

G1

A Covid-19 tem provocado muitas perdas no mundo inteiro. Infelizmente, mais uma família está sofrendo duplamente por causa do coronavírus. Mãe e filho foram diagnosticados com a doença e morreram neste último sábado, 5 de dezembro, em Franca, cidade do interior de São Paulo.  

Publicidade

De acordo com os atestados de óbito, a morte de mãe e filho aconteceu em um intervalo de pouco menos de sete horas. Zenaide Barbosa de Oliveira, de 84 anos, e o filho Mateus Barbosa Oliveira, de 45 anos, estavam em tratamento no CTI – Centro de Tratamento Intensivo desde o final do mês de novembro.

Joel Barbosa de Oliveira, filho e irmão das vítimas, afirmou que a família está devastada com as perdas dos dois entes queridos. “Nós estamos nos sentindo despedaçados. Estamos um caco.” O corpo da mãe Zenaide foi sepultado no Cemitério Parque Santo Agostinho, e o de Mateus foi enterrado no Cemitério da Saudade.

Publicidade

De acordo com Joel, o irmão e a mãe começaram a ter sintomas da enfermidade após passarem um final de semana juntos. Ele afirmou que durante a semana a mãe contava com a companhia de cuidadoras, porém, aos finais de semana, passava com os filhos. Mateus procurou ajuda médica após ter sintomas que pareciam se tratar de um quadro de sinusite, mas três dias depois foi piorando e voltou a procurar o hospital.

Publicidade

Zenaide somente começou a apresentar indícios da doença cinco dias depois do filho. Ela foi levada para atendimento médico e recebeu orientação para ficar em casa, porém, com a piora, foi levada às pressas para o hospital e a situação ficou muito grave e quando fizeram a tomografia o pulmão já estava todo tomado.

Publicidade

A mãe morreu às 10h15 deste último sábado. Seis horas e meia depois, a família recebeu a triste notícia da morte de Mateus, que foi registrada às 16h55. Joel contou que a mãe sofria com bronquite asmática e por esse motivo o quadro teria se agravado, já o irmão era considerado saudável e não fazia uso de nenhum tipo de medicamento.

Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.