in

Tragédia com ônibus em MG: quem são as 19 vítimas fatais do acidente que comoveu o Brasil

Acidente gravíssimo com ônibus alagoano comoveu o país na última sexta-feira (04), e deixou mais de 20 feridos.

G1

O trágico acidente ocorrido na última sexta-feira (04), no Km 350 da BR-381, em João Monlevade (MG), comoveu o país. Um ônibus que transportava passageiros, de forma irregular, de Alagoas para São Paulo, acabou caindo de um viaduto na chamada “Ponte Torta”, provocando a morte de 19 pessoas e deixando mais de 20 pessoas feridas.

Publicidade

O ônibus com placa de Mata Grande, interior de Alagoas, perdeu freio no viaduto, a acabou despencando de uma altura de 35 metros. Antes do coletivo desabar, algumas pessoas conseguiram pular, entre eles o motorista, que está sendo aguardado pela polícia para depor. A polícia não o considera foragido, mas segue com buscas para localizá-lo, uma vez que seu depoimento será de suma importância na apuração do caso.

As vítimas fatais do trágico acidente eram das cidades alagoanas de Água Branca, Mata Grande e Delmiro Gouveia e estavam a caminho da capital paulista. 

Publicidade

Três corpos de pessoas que moravam em Mata Grande foram sepultados em São Paulo, enquanto os demais seguiram em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) para Paulo Afonso, de onde acontece o traslado em caminhões do Corpo de Bombeiros para o interior de Alagoas. 

Publicidade

Os 19 corpos já foram identificados, contando com jovens e idosos.
Veja o nome de todas as vítimas abaixo.

Publicidade
  1. Manoel José da Silva
  2. Elias Vieira Batalha
  3. Maria Silma da Silva Batalha
  4. Maria Luiza de Oliveira
  5. José Roberto Santos da Silva – Ajudante do motorista
  6. Eva Maria dos Santos
  7. Cícero Jeferson Andrade da Silva
  8. Izabel Cristina Melo Lima
  9. Cícero de Oliveira Lima
  10. Ednaldo do Nascimento
  11. Marcondes Teixeira Lima
  12. Amanda Lima Rodrigues
  13. José Ricardo da Silva
  14. Joelson Queiroz dos Santos
  15. Grazy Lima
  16. Caio Lucas Santos
  17. Clemilton Santos Nascimento
  18. Denise Maria do Nascimento
  19. Lázaro Santos Barbosa

Irregularidade

o caso está sob investigação da polícia, que aguarda o resultado da perícia para constatar as causas do acidente. Segundo a Agência Nacional de Transportes Terrestres, o ônibus da empresa Localima não tinha autorização para estar circulando com passageiros. Em 2019, o mesmo veículo foi autuado três vezes em rodovias brasileiras transportando pessoas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade