in

Pai de menina morta por bala perdida faz desabafo que comove: ‘Meu sonho acabou, minha família está destruída’

Caso aconteceu na noite da última sexta-feira (04), em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro.

Metropóles

O caso de morte das primas Emilly Victoria da Silva Moreira Santos e Rebecca Beatriz Rodrigues Santos, de 4 e 7, respectivamente, comoveu o país na última sexta-feira (04). As duas crianças estavam brincando em frente de casa, quando foram atingidas por uma bala perdida, elas acabaram não resistindo.

Publicidade

Abalado pela perda precoce e trágica, Maycon Douglas Moreira Santos, pai de Rebecca, chegou a divulgar um vídeo, convocando a comunidade de Duque de Caxias para um protesto pelas mortes das duas meninas.

“Ninguém pode perder o filho do jeito que eu perdi numa violência dessa. Infelizmente, meu sonho acabou, minha família está destruída, se acabaram os planos que a gente tinha para as meninas, mas elas estarão sempre nos nossos corações”, disse Maycon, dando na sequência informações do protesto que foi realizado na tarde deste domingo (06), Praça do Pacificador. O movimento Coalização Negra por Direitos repercutiu o vídeo do pai e manifestou apoio ao ato.

Publicidade

Família culpa PM

Os familiares de Emilly e Rebecca sustentam a versão que uma viatura da Polícia Militar apareceu nas proximidades da rua onde as meninas moravam e sem nenhum movimento aparente disparou. A mesma bala atingiu a cabeça de Emilly e o tórax de Rebecca. Ambas foram socorridas, mas não resistiram.

Publicidade

Em nota, a Polícia Militar afirma que uma equipe do 15º Batalhão fazia patrulhamento na região, quando ouviu tiros, e se dirigiu para o lugar da ocorrência. A PM disse que os policiais, em nenhum momento, atiraram.

Publicidade

As armas dos agentes envolvidos na ação foram apreendidas para análise. Emilly e Rebecca foram sepultadas no último sábado (5), sob forte comoção na Baixada Fluminense.

Publicidade
Publicidade
Publicidade