in

Menina de cinco anos morre após ser picada por escorpião e família fica desolada: ‘os pais estão arrasados’

Caso aconteceu no início da semana em município baiano; criança foi picada duas vezes.

G1

Uma criança de cinco anos morreu após ser picada por um escorpião, na zona rural de Tremedal, município situado no sudoeste da Bahia. A menina identificada como Bianca Oliveira Silva chegou a ser socorrida, mas não resistiu. Inicialmente ela foi encaminhada para o Hospital Adelmário Pinheiro, e posteriormente transferida para o Hospital de Base, localizado em Vitória da Conquista.

Publicidade

Em entrevista ao G1, a prima da criança, Natalice Pereira de Amorim que trabalha como agente de saúde no município baiano, disse que o caso aconteceu por volta das 22h da última terça-feira (1º). A mãe da criança estava preparando ela para dormir, quando foi surpreendida com uma picada de um escorpião, que um pouco antes já havia picado a filha.

“A criança dormia numa cama no mesmo quarto que os pais. Na hora de dormir, ela começou a reclamar que estava com dor de barriga”, disse Natalice, indicando ainda que a mãe detectou duas picadas na filha, uma na barriga e outra na mão, quando a levava ao banheiro e também foi alvo do escorpião.

Publicidade

Socorrida rapidamente, Bianca Oliveira foi atendida inicialmente no hospital municipal de Tremendal, e diante da não estabilização do quadro clínico, a criança de cinco anos foi transferida para unidade hospital em Vitória da Conquista, onde acabou não resistindo, e morreu no dia seguinte. 

Publicidade

A mãe da criança, Fernanda Oliveira Silva, não teve maiores problemas após ser alvo da picada do aracnídeo. 

Publicidade

Comoção

Ainda segundo Natalice, a família da pequena Bianca está devastada pela perda precoce da criança, que se mostrava muito inteligente. 

“Bianca era filha única do casal. Era uma menina muito esperta para a idade dela. Os pais estão arrasados com a perda”, desabafou Natalice. O enterro da criança ocorreu na última quarta-feira (2), na zona rural da cidade baiana. 

De acordo com especialistas, picadas de escorpião tem uma gravidade maior quando as vítimas possuem menos de 7 anos, como o caso de Bianca. Em adultos, a picada pode acarretar em fortes dores, mas a taxa de óbitos é infinitamente menor se comparado com crianças de pouca idade.

Especialistas apontam a deficiência na criação de políticas públicas para o combate ao escorpionismo, com programas prevenção e controle desse tipo de acidente.

Publicidade
Publicidade
Publicidade