in

Luto na política: morre na madrugada deste domingo, vítima de câncer no pulmão, o ex-presidente do Uruguai

Familiares emitiram nota pública dando explicações sobre como ocorrerá o cortejo fúnebre.

Roberto Stuckert Filho/PR

Morreu no início da manhã deste domingo, dia 6 de dezembro, o ex-presidente da República do Uruguai, Tabaré Vazquez, aos 80 anos. O político lutava há anos contra um câncer no pulmão, causa da sua morte, e estava internado em Montevidéu, capital do país, onde óbito foi registrado.

Publicidade

Vazquez ocupou o cargo de presidente do Uruguai até março deste ano. Ele entregou o cargo nas mãos de Luis Lacalle Pou, do Partido Liberal. O político foi o primeiro oposicionista da esquerda a ser eleito democraticamente ao cargo de presidente desde o fim do regime militar uruguaio, estando à frente do Executivo Nacional em dois mandatos: 2005 a 2010 e 2015 a 2020.

Durante o governo de Dilma Rousseff (PT), os dois presidentes mantiveram boa relação, estreitando os laços entre Brasil e Uruguai. Ambos os presidentes, naquela ocasião, chegaram a realizar vários encontros bilaterais entre as duas nações.

Publicidade

A família divulgou uma nota pública nas primeiras horas deste domingo, informando que, em decorrência dos protocolos sanitários impostos pela pandemia do novo coronavírus, não haverá velório antes do enterro de Tabaré Vazquez. Os seus filhos e netos farão uma rápida cerimônia privada e intimista para o último adeus, seguindo em cortejo fúnebre para o cemitério.

Publicidade

“É com grande dor que comunicamos o falecimento de nosso querido pai Dr. Tabaré Vázquez, às 3 horas da manhã, por causas naturais de sua doença oncológica”, iniciou a nota, fazendo referência ao câncer no pulmão.

Publicidade

“Solicitamos veementemente a quem opte por receber pessoalmente a procissão que o faça desde as calçadas, evitando multidões, mantendo distância física, usando máscaras faciais e tomando todas as medidas sanitárias estabelecidas pelas autoridades competentes”, continuou o texto, pedindo compreensão do público no momento da passagem do translado do corpo de Vazquez até o Cemitério La Teja, em Montevidéu, onde será enterrado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Henrique Furtado

Henrique Furtado é um redator com vasta experiência no jornalismo online. Solidificou sua carreira com coberturas marcantes sobre os principais acontecimentos no Brasil e no mundo ao longo da última década. Suas especialidades englobam desde os bastidores da política, versando por esportes, atualidades e, claro, tudo o que acontece no mundo dos famosos. Está sempre ligado para entregar, em primeira mão, as últimas novidades para os seus leitores, 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano.

Contato: henriquefurtado.jornalista@gmail.com